sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Escola veta aluna após sua roupa 'mostrar demais'.

Escola manda aluna de volta para casa por usar roupa que mostrava clavícula


(Foto: Reprodução / Facebook) 
(Foto: Reprodução / Facebook)

Uma aluna foi obrigada a voltar para casa após sua escola em Kentucky, nos Estados Unidos, julgar que sua roupa era inadequada. Stephanie Hughes, de 16 anos, usava calça jeans e uma camiseta que mostrava sua clavícula.

Stacie Dunn, a mãe da estudante, decidiu ir até a escola após a decisão da diretoria. Revoltada, ela fez um post no Facebook criticando a medida.

"Tive de ir à escola da minha filha porque, segundo o diretor, o que ela estava vestindo está fora do código de vestimenta e é inapropriado para o ambiente escolar. Isso é ridículo. A escola está forçando uma regra na qual as meninas não podem mostrar nem a clavícula porque isso poderia distrair seus colegas do sexo masculino".

Ao chegar na escola, Stacie diz ter visto uma fila de alunas na direção por conta de suas roupas. "Pais estão tendo de sair dos seus trabalhos e estudantes estão perdendo aulas importantes porque elas estavam mostrando a clavícula! Alguma coisa precisa mudar", disse a mãe.

Na tentativa de remediar a situação, a estudante chegou a colocar um lenço da mãe sobre os ombros, mas mesmo assim o diretor não aprovou. Segundo a mãe da jovem, ele diz que a estudante amarrou o acessório de forma inapropriada. “Como ele queria que ela amarrasse? Como uma corda ao redor do pescoço dela?", Stacie.

Diretor da escola, Scott Hawkins defendeu a posição da instituição, em entrevista ao site Today.com. "A administração da escola tem estado aberta aos estudantes e aos pais. Se eles querem que mudanças aconteçam, eles podem fazer sugestões. A ideia da política de vestimenta é garantir que você tenha um ambiente de aprendizado seguro e é isso que estamos tentando criar”, explicou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário