terça-feira, 4 de agosto de 2015

'Melhor chefe do mundo' divide US$ 27 milhões com funcionários.

CEO divide US$ 27 milhões com funcionários após vender a empresa

Dono de uma empresa de alimentação na Turquia decidiu pagar bônus.
Companhia foi vendida por US$ 589 milhões para empresa alemã.

 
Do G1

CEO de empresa turca vai dividir o dinheiro com funcionários após a venda da companhia (Foto: Johannes Simon/Getty Images) 
CEO de empresa turca vai dividir o dinheiro com funcionários após a venda da companhia (Foto: Johannes Simon/Getty Images)

Funcionários de uma empresa de alimentação na Turquia receberam uma surpresa após a venda da companhia. O CEO e co-fundador da Yemeksepeti, Nevzat Aydin, decidiu que, após a transação, US$ 27 milhões seriam divididos entre 114 empregados. A empresa, que trabalha com entrega de comida pedida pela internet, foi vendida por US$ 589 milhões para a companhia alemã Delivery Hero.

“A história de sucesso da Yemeksepeti não aconteceu do dia para a noite e muitas pessoas participaram nesta jornada com seu trabalho duro e talento”, disse Aydin em entrevista à CNNMoney.
Mas nem todos os 370 funcionários da empresa irão receber o bônus. Aydin explicou o critério de distribuição à CNN: a quantia que cada um irá receber dependerá de sua performance, tempo na empresa e “potencial futuro na compaanhia”. Apenas quem trabalha há pelo menos 2 anos na Yemeksepeti poderá participar.
A notícia da decisão de Aydin repercutiu na imprensa internacional. O jornal britânico “The Independent”, por exemplo, chegou a questionar se ele é “o melhor chefe do mundo”. Já a “Time” noticiou que o bônus de US$ 27 milhões representa aproximadamente 150 vezes o salário mensal médio da empresa atualmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário