terça-feira, 7 de julho de 2015

Técnico da Alemanha pediu para jogadores não 'humilharem' o Brasil.

Técnico da Alemanha pediu para jogadores não 'humilharem' o Brasil

Joachim Low
Joachim Low, Alemanha Foto
 
 
Perto de completar um ano da maior derrota do futebol brasileiro ou 'uma das maiores humilhações da história do futebol', como os alemães enxergam o 7 a 1 contra o Brasil, o técnico Joachim Low, campeão do mundo, classifica a partida como a vitória mais importante da carreira. Porém, ele revelou uma apreensão pessoal pela gravidade do acontecimento no Mineirão.
O treinador alemão conta que, durante a tragédia brasileira, ele lembrou de que passara pela mesma situação oito anos antes, quando era auxiliar do então técnico da Alemanha, Jurgen Klinsmann, na eliminação dos alemães para a Itália também na semifinal, quando eram os anfitriões da Copa de 2006.

'O jogo (7 a 1) já entrou para a história do futebol alemão como uma vitória sensacional, que foi também a que me causou mais apreensão, afirmou o treinador em entrevista ao jornal 'O Globo'. 'Durante o intervalo, falei com cada um dos jogadores, exigindo que evitassem uma arrogância para com os derrotados. Para mim, era importante não humilhar os brasileiros', completa.
O treinador diz que ainda hoje não compreende como o Brasil continuou perdido no segundo tempo. Ele esperava uma reação maior, mesmo que fosse praticamente impossível igualar o placar. O treinador nega ter orientado os seus jogadores para tirar o pé ou não fazer ainda mais gols, como chegou a ser noticiado pela imprensa alemã.

'Para o segundo tempo, eu pedi aos jogadores o mesmo empenho, seriedade e dedicação que haviam mostrado no primeiro tempo', finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário