quarta-feira, 1 de julho de 2015

Santa Casa de Formiga, MG, alerta para golpe utilizando nome da instituição.

Santa Casa de Formiga alerta para golpe utilizando nome da instituição

Golpistas ligam para parentes de pacientes e pedem dinheiro para custeios.
'Pagamentos são feitos somente à Tesouraria', orienta hospital da cidade.

 
Ricardo Welbert  
Do G1 

Nota divulgada à imprensa alerta sobre golpe (Foto: Santa Casa de Formiga/Divulgação)Nota divulgada à imprensa alerta sobre golpe
(Foto: Santa Casa de Formiga/Divulgação)

A Santa Casa de Caridade de Formiga fez um aleta nesta terça-feira (30). Em comunicado enviado à imprensa, a instituição alertou a população sobre um golpe praticado em várias cidades da região.
Segundo o hospital, pessoas ainda não identificadas telefonam para famílias de pacientes internados no Centro de Terapia Intensiva (CTI) ou na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), se identificam como funcionários da Santa Casa e pedem que seja feito um depósito bancário para pagar por medicamentos, realização de exames e outros procedimentos médicos.
De acordo com a assessoria de comunicação do hospital, as denúncias foram feitas por familiares de pacientes, que foram orientados pela administração da Santa Casa a registrarem a ocorrência junto à Polícia Militar. Ainda de acordo com o hospital, não é a prmeira vez que ocorre a tentativa de fraude.
"A Santa Casa de Formiga atende pacientes com convênios e particulares e todos os
valores devidos referentes à consulta, exames e/ou procedimentos devem ser quitados junto à Tesouraria da instituição. Os familiares que receberem telefonemas dessa natureza devem comunicar à Polícia Militar, pelo 190, e não devem realizar qualquer depósito", informou em nota a Santa Casa.
O G1 telefonou para a assessoria de imprensa da PM em Formiga, em busca de informações sobre boletins de ocorrência registrados sobre o golpe. Porém, o militar responsável por fornecer as informação não estava disponível, segundo o atendente. Não houve retorno da corporação até a conclusão deste texto, às 16h.
A Polícia Civil informou que o delegado responsável por investigar casos como este na cidade viajou e só estará dispónível na quarta-feira (31).

Nenhum comentário:

Postar um comentário