quarta-feira, 24 de junho de 2015

Egito antigo usava sexo anal como punição "humilhante".

Papiros indicam que egícpcios usavam 'sexo por trás' como castigo

Reprodução 
Reprodução

 
Se você pensa que o Egito antigo era só pirâmides, papiros e múmias, está muito enganado. Um dos impérios mais poderosos da história também tem muita ligação com o sexo. Segundo especialistas, papiros indicam como e quanto os egípcios antigos transavam.

Os especialistas afirmam que a posição que mais aparece nos papiros ou desenhos em paredes é a cópula a tergo. Essa posição indica o sexo feito por trás e, por muitos anos, acreditou-se que ele era predominantemente vaginal. O pesquisador catalão Marc Orriols, porém, acredita que se trata de sexo anal.

AFP
 
E esse indicativo mostrado por Orriols mostraria uma faceta bem diferente de como o sexo era encarado no Egito antigo. Para ele, o sexo anal retratado mostravam diversos homens e, por isso, é o retrato não de um ato prazeroso, mas sim de um tipo de castigo que envolvia a humilhação por meio do sexo.

As pesquisas feitas, em sua conclusão, desmentem o imaginário do Egito antigo “viciado” em sexo tórrido, como é retratado em diversos filmes de Hollywood. Para os especialistas, há muitos retratos de que a sexualidade egípcia era bem ativa, mas em posições comuns e sem um comportamento totalmente estabelecido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário