sexta-feira, 5 de junho de 2015

Brasileiros têm mais cães do que crianças em casa.

Brasileiros têm mais cães do que crianças em casa


 Getty Images

A população de cachorros em domicílios brasileiros supera em mais de duas vezes a de gatos. No Brasil, há hoje 52,2 milhões de cães e 22,1 milhões de gatos criados em domicílio, segundo dados da Pesquisa Nacional de Saúde, divulgada hoje (2) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) do mesmo ano, havia 44,9 milhões de crianças de até 14 anos nas casas brasileiras.

Os cães estão presentes em 28,9 milhões de residências, o que, em termos percentuais, equivale a 44,3% dos domicílios do país, e muitos brasileiros criam mais de um animal. A população média é de 1,8 animal. A presença de cachorros é mais frequente em residências rurais (65%). Nos lares em área urbana, o percentual cai para 41%.

Os habitantes da Região Sul são os que mais criam cachorros no país, com 58,6% dos domicílios tendo ao menos um animal. Já o Nordeste tem o menor percentual (36,5%). Paraná é o estado que lidera o ranking de domicílios com cachorros (60,1%).

Menos presentes no país, os gatos estão em 17,7% das residências, ou 11,5 milhões. A densidade populacional é semelhante à dos cachorros, de 1,9  gato por domicílio que possui o animal.

Na Região Nordeste, que é a que mais possui gatos, 23,6% das residências abrigam ao menos um animal. No Sul, 19% dos lares criam gatos e o Sudeste tem a menor proporção, 13,5%.

O Piauí é o estado que mais possui gatos, com 34,2% dos lares abrigando ao menos um animal e o Distrito Federal é o que tem menos, registrando apenas 6,9% de domicílios abrigando um gato.

Segundo a pesquisa, 75,4% dos donos de gato ou cachorro vacinaram todos os animais que possuíam nos doze meses anteriores ao questionário. No Sudeste, o percentual chega a 84,3%, e no Norte, cai para 67,1%. A vacinação completa foi realizada em 79,7% dos lares em área urbana e em 58,2% dos localizados em áreas rurais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário