sábado, 23 de maio de 2015

Homem ajuda esposa estacionar e morre atropelado.

Homem ajuda mulher a estacionar e morre atropelado na Argentina

AFP

Getty Images
Um policial aposentado de 75 anos morreu atropelado pela esposa, uma professora aposentada de 63, quando ele dava a ela instruções para estacionar na garagem da residência do casal na cidade de San Miguel de Tucumán, ao norte da Argentina, informou uma fonte policial nesta sexta-feira.
O fato ocorreu na noite de quinta na casa do bairro Mutual Policial, da capital de Tucumán, 1.200 km al norte de Buenos Aires.
O caso foi registrado como "homicido culposo", mas a professora aposentada, Hilda Ruiz, não ficou detida porque o Ministério Público entendeu que não ela não teve intenção de matar o marido, José Villarreal, segundo a fonte.
"Ela fez uma manobra errada, é um carro novo e às vezes estes veículos têm os pedais sensíveis. No meu entender, foi isso", disse um chefe de polícia ao canal de notícias TN.
Segundo os primeiros indícios, presume-se que a idosa tenha pisado no acelerador com o freio de mão puxado, mas ao soltá-lo, a caminhonete avançou com um forte tranco e atingiu o homem, que ficou preso entre o veículo e a parede da garagem.
O casal tem duas filhas e era muito querido no bairro, segundo testemunhos de vizinhos.
"Foi uma tragédia, estou muito triste, muito sentida. É a perda de um grande vizinho", disse à TN uma mulher, que não quis se identificar.
Visivelmente emocionada, a mulher contou que "ela estava estacionando o carro e o esmagou. A polícia veio e determinou que tinha sido um acidente".

Nenhum comentário:

Postar um comentário