sábado, 23 de maio de 2015

Café ajuda a prevenir disfunção erétil, afirma estudo.

Café ajuda a prevenir disfunção erétil, afirma estudo

Um estudo da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, mostrou que o consumo de duas a três xícaras por dia diminui os riscos de impotência sexual em 39%

Sexo: Em pesquisa feita com mais de 5.000 homens, 14% deles afirmaram sofrer com falta de desejo sexual durante, ao menos, dois meses
 
Homens que consomem entre entre duas e três xícaras de café diariamente têm 39% menos chance de sofre disfunção erétil, em comparação aqueles que consomem até 7mg (menos de uma xícara) (Thinkstock/VEJA)

Homens que tomam ao menos duas xícaras de café por dia têm menor probabilidade de sofrer de disfunção erétil. É o que conclui uma pesquisa realizada por pesquisadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, publicada periódico científico PLOS ONE.
Cerca de 3.700 homens participaram do estudo. Os voluntários responderam questionários sobre o consumo de cafeína nas 24 horas anteriores. Os resultados mostraram que o consumo de duas a três xícaras por dia diminui os riscos de impotência sexual em 39%, se comparado àqueles que ingeriam até 7mg (menos de uma xícara).


Explicação

De acordo com os pesquisadores, os benefício da cafeína para o desempenho sexual masculino pode estar relacionado ao efeito da substância em relaxar músculos e artérias, permitindo um fluxo sanguíneo mais livre, o que facilita a ereção.


O que é disfunção erétil

De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), disfunção erétil, também conhecida como impotência sexual, é a dificuldade persistente de obter ou manter uma ereção suficiente para permitir uma atividade sexual adequada. As causas do problema podem ter origem psicológicas e fisiológicas. Entre os fatores de risco para o problema estão: alterações hormonais, tabagismo, diabetes, doenças cardiovasculares, hipertensão, uso de alguns medicamentos como antidepressivos, o consumo de drogas e álcool. O tratamento depende da causa, mas, em geral, utiliza-se a terapia medicamentosa em conjunto com a psicológica.
(Da redação)

Nenhum comentário:

Postar um comentário