sábado, 11 de abril de 2015

Idoso é preso suspeito de comprar menina por R$ 6 mil no Amapá.

Aposentado preso teria comprado menina de 10 anos por R$ 6 mil, no AP

Homem foi preso em Macapá enquanto embarcava para região do Pará.
Suspeito disse que menina iria ajudá-lo em trabalhos domésticos.

 
Abinoan Santiago  
Do G1


Suspeito foi preso e encaminhado à DCCM, em Macapá (Foto: John Pacheco/G1)Suspeito foi preso e encaminhado para a DCCM,
em Macapá (Foto: John Pacheco/G1)

Um aposentado de 69 anos foi preso na quinta-feira (9) suspeito de comprar uma menina de 10 anos, em Macapá. Ele estava com a garota quando foi flagrado pela polícia em um barco no porto do canal do bairro Pedrinhas, na Zona Sul da capital amapaense. O idoso estaria embarcado com a criança para a comunidade de Salvadorzinho, no Pará. A Delegacia de Crimes Contra a Mulher (DCCM) diz que o suspeito ofereceu R$ 6 mil à familia em troca da criança.
Segundo a polícia, o homem contou em depoimento que levaria a menina em troca de dinheiro para colocá-la para estudar e para que a menina lhe auxiliasse em trabalhos domésticos na comunidade ribeirinha paraense. Exames da Polícia Técnico-Científica (Politec) do Amapá não apresentaram indícios de violência física ou sexual na garota. A negociação teria ocorrido há oito dias. Os pais da criança não foram localizados pela polícia.
Canal da Pedrinhas em Macapá (Foto: Cássio Albuquerque/G1)Aposentado foi preso no canal do bairro Pedrinhas, em Macapá (Foto: Cássio Albuquerque/G1)

"Ele disse que a menina é filha da sobrinha da própria esposa e que iria levá-la para ajudar em casa e estudar porque a garota nunca frequentou uma escola. O aposentado ainda afirmou que ofereceu R$ 6 mil para a família de forma parcelada", disse a delegada Clívia Valente, da DCCM.
O homem está preso na delegacia e deverá ser encaminhado ao Instituto de Administração Penitenciária (Iapen). Ele poderá receber pena de um a quatro anos de prisão em regime fechado por violação ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), segundo a polícia.
A prisão foi realizada pelo Batalhão de Rádio Patrulha Motorizada (BRPM). Os militares chegaram até o aposentado após denúncia anônima informando sobre o fato. Não foram encontrados documentos com a menina. Ela chegou a dizer na delegacia que o aposentado ajudava a família na construção de uma casa em Macapá. Por falta de localização dos responsáveis da garota, ela foi encaminhada para um abrigo na capital amapaense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário