sábado, 28 de março de 2015

Catarinense adotada por israelenses reencontra irmã após 29 anos.

Adotada por israelenses, catarinense se reencontra com irmã após 29 anos

Shir contou com ajuda de uma tradutora para falar com parentes em SC.
Natural de Itajaí, ela foi para Israel quando ainda era recém-nascida.

 
Do G1 




Separadas durante 29 anos, duas irmãs catarinenses se reencontraram nesta sexta-feira (27) em Itajaí. Shir Fridman foi adotada por um casal de Israel quando era recém-nascida. Na época, Rose Vaz tinha 17 anos. Ela sempre soube da existência da irmã mais nova, mas o encontro nunca aconteceu por cauda da distância.

Shir foi adotado quando era recém-nascida (Foto: Reprodução/RBS TV)Shir foi adotado quando era recém-nascida
(Foto: Reprodução/RBS TV)

A própria Shir decidiu mudar essa história e procurou ajuda do SOS Desaparecidos. "Lá de Israel, ela procurava a família biológica aqui do Brasil. Entrou em contato com a gente através de outros adotados e traficados que a gente já ajudou. Solicitamos os documentos, fizemos todos os levantamentos e chegamos à família", conta Marcus Roberto Claudino, coordenador do SOS Desaparecidos.
O reencontro ocorreu na casa da família, no bairro Praia Brava. Com cartaz de boas-vindas, a mesa arrumada para o café da tarde e balões, Rose e parentes receberam Shir, que, sem falar português, contou com a ajuda de uma tradutora para troca as primeiras palavras.
Shir diz que não esperava uma família tão grande, mas que está empolgada. Ela vai passar alguns dias na cidade para conhecer todo mundo e quer manter contato com dois irmãos, os cincos sobrinhos que acabou de ganhar, mesmo depois da volta para Israel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário