quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Cientistas desvendam por que a pipoca faz barulho ao estourar.

Cientistas desvendam por que a pipoca faz barulho ao estourar 

O vapor de água preso no interior do milho causa o ruído ao ser liberado

Som da pipoca estourando: mesma lógica se aplica ao barulho de abrir champanhe
Som da pipoca estourando: mesma lógica se aplica ao barulho de abrir champanhe (Thinkstock/VEJA) 

 
Investigando o estouro da pipoca, cientistas franceses descobriram o que causa o barulho no momento em que o milho se transforma. No estudo, publicada nesta quarta-feira no periódico Journal of the Royal Society Interface, os pesquisadores filmaram o processo com câmeras de alta velocidade e analisaram os ruídos à luz de modelos termodinâmicos. 
Segundo os autores, ouve-se o estouro quando o vapor de água pressurizado escapa do interior do milho. Nesse momento, a cavidade interna do milho funciona como uma caixa de ressonância, que faz com que o barulho fique mais alto. A mesma lógica se aplica ao espocar das garrafas de champanhe.
Os grãos de milho são compostos por 14% de água, que vira vapor ao atingir a temperatura de 100 graus, mas fica presa pela casca, que age como uma minipanela de pressão, até se partir, ao chegar a 180 graus.

(Da redação de VEJA.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário