terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Trabalhadores passam mal após ingerirem água com ratos mortos.

Trabalhadores passam mal após ingerirem água com ratos mortos

Situação ocorreu na segunda-feira, em fazenda de Mata de São João, BA.
Vítimas são funcionárias de construtora terceirizada; 51 foram para hospital.

 
Cássia Bandeira e Danutta Rodrigues 
Do G1

Trabalhadores passam mal após ingerirem água com oito ratos mortos na Bahia (Foto: Divulgação/Polícia Militar) 
Trabalhadores passam mal após ingerirem água com oito ratos mortos na Bahia 
(Foto: Divulgação/Polícia Militar)
 
 
Ao menos 51 trabalhadores de uma construtora passaram mal após ingerirem água de um reservatório que estava com oito ratos mortos, segundo informações da polícia de Pojuca, na Bahia. A situação aconteceu na tarde de segunda-feira (5), em uma fazenda na zona rural de Mata de São João, na região metropolitana de Salvador. Após passarem mal, os homens foram levados para um hospital de Pojuca, cidade vizinha, onde o caso foi registrado na delegacia.
De acordo com o sargento Radson, da PM, empresários colocaram um filtro em um tanque para que os funcionários bebessem a água durante o dia de serviço. "Eles começaram a sentir o mal cheiro da água, mesmo assim continuaram bebendo. Por volta das 13h, um deles passou mal e os outros subiram no tanque para olhar, foi quando avistaram os oito ratos mortos", conta em entrevista ao G1.
Conforme a polícia, o espaço do reservatório é pequeno, o que possibilitou maior contaminação. "Logo em seguida, eles [trabalhadores] foram levados para o Hospital Municipal de Pojuca. Os operários se queixaram de que não tiveram acompanhamento da empresa e foram sozinhos para o hospital. Não tiveram apoio nenhum", afirma o sargento.
Segundo o Hospistal Municipal Dr. Carlito Silva, em Pojuca, as vítimas foram medicadas e foram liberadas no mesmo dia da unidade. O G1 tentou contato com a construtora, mas até a publicação desta reportagem não obteve êxito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário