terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Motorista é multado por 'comer bala de menta' em rodovia de Sorocaba, SP.

Motorista é multado por 'comer bala de menta' em rodovia de Sorocaba

Multa aplicada pela Polícia Rodoviária especifica até sabor do doce.
Segundo instrutor, multa foi por tirar uma das mãos do volante.

 
Tássia Lima  
Do G1

Multa especifica até sabor da bala que motorista comeu (Foto: Arquivo Pessoal) 
Multa especifica até sabor da bala que motorista comeu (Foto: Arquivo Pessoal)
 
 
Um motorista foi multado nesta segunda-feira (5), em Sorocaba (SP), por estar 'dirigindo comendo um drops de menta' - ou, pelo menos, é isso que descreve o auto de infração. O condutor, que não quis se identificar, ficou revoltado com a autuação, aplicada na Rodovia Senador José Ermírio de Moraes, conhecida como Castelinho.

Motorista foi multado por estar 'dirigindo comendo bala' (Foto: Arquivo Pessoal)Motorista foi multado por estar 'dirigindo comendo bala' (Foto: Arquivo Pessoal)

"Eu perguntei se ele [o policial] ia me multar por causa disso e ele disse que sim. Então, falei: 'Tudo bem, mas então quero que você escreva isso na multa'", conta o motorista. O homem, que tem 32 anos e mora em Sorocaba, acredita que o carro, da marca Porsche, possa ter chamado a atenção da polícia. "Como sou novo e aparento ser mais novo ainda, dirigindo esse carro, tem gente que estranha", diz.
Segundo o motorista, ele trafegava dentro da velocidade permitida, pela faixa da esquerda, quando viu o carro da polícia logo atrás e passou para a direita. "Quando fui para a outra faixa, os policiais emparelharam e andaram assim por um tempo. Aí, em um determinado momento, peguei uma bala e coloquei na boca. Na mesma hora, eles começaram a dar sinal para que eu encostasse", relata.
Ainda de acordo com o motorista, assim que ele parou o veículo, um dos policiais desceu da viatura e solicitou os documentos pessoais e do carro. Quando verificou que tudo estava em ordem, começou a avaliar o automóvel. "Ele começou a dar a volta, checou os faróis e os pneus, mexeu na placa e, por fim, disse que ia me multar porque eu estava comendo bala. Acho que não tinha motivo. Quero saber se essa é uma abordagem normal, se ele realmente deveria ter me multado, ou se poderia ter apenas orientado", questiona.
De acordo com o instrutor de trânsito Renato Frioli, o caso se enquadra no Artigo 252 do Código de Trânsito Brasileiro. "O capítulo cinco proíbe dirigir com apenas uma das mãos, exceto quando o motorista precisar fazer um sinal com o braço, mudar a marcha do veículo ou acionar equipamentos do veículo, como limpador de parabrisa", explica Frioli.
O G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa da Polícia Rodoviária, que ainda não se manifestou sobre o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário