segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Voos comerciais são adiados para 2015 em Divinópolis, MG.

Voos comerciais são adiados para 2015 em Divinópolis

Previsão era de que o serviço começasse em dezembro.
Atraso ocorreu por conta de pedido de liberação da Azul à Anac.

 
Anna Lúcia Silva  
Do G1

Helicóptero abasteceu no aeroporto Brigadeiro Cabral em Divinópolis (Foto: Anna Lúcia Silva/G1) 
Helicóptero abasteceu no aeroporto Brigadeiro Cabral em Divinópolis 
(Foto: Anna Lúcia Silva/G1)


A previsão para o aeroporto Brigadeiro Cabral de Divinópolis começar a operar viagens pela Azul Linhas Aéreas foi novamente adiada para o mês de fevereiro de 2015. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Paulo César Santos, o atraso ocorreu por causa de negociações entre a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e a própria empresa aérea. Quanto às adequações estruturais do aeroporto, o secretário garante estar em dia e todas as modificações devem ser finalizadas até o dia 20 de dezembro.
A previsão era que dos voos tivessem início no mês de dezembro, como já havia sido anunciado. Contudo, como informou a Azul por meio de nota, foi solicitado à Anac em junho deste ano a autorização para operar em Divinópolis e agora a empresa aguarda autorização do órgão para iniciar a venda de passagens. A data de início dos voos está prevista para 2 de fevereiro de 2015. A companhia pretende ligar a cidade mineira ao aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP).
Paulo César informou, também, que as obras estão dentro do organograma e que todas as  modificações serão atendidas. "Depois desse prazo ficaremos à disposição da Azul e Anac para a liberação dos documentos necessários para iniciarem as operações. Ainda neste mês faremos a abertura dos envelopes e conheceremos a empresa que fará a gestão do aeroporto", disse.
Entre as modificações estão adequações físicas, treinamento de profissionais, bem como cumprimento de protocolos. Foi feito um pedido, uma divisão de raio-x, uma área maior e isolada para os passageiros, mais dois banheiros, uma rampa com entrada para carregar e descarregar bagagens, uma sala para administração, entre outros detalhes. "Estamos dividindo essas áreas e readequando outras. Além disso, também será modificado o Sistema de Combate a Incêndio porque quando o aeroporto foi construído a referência era para atender aeronaves ATR-42, entretanto, a empresa não opera com esse tipo de aeronave. Com a Azul os voos serão realizados por uma aeronave maior, um turboélice ATR 72, com capacidade para 70 pessoas, exigindo espaço maior a fim de garantir pousos e decolagens seguros", explicou o secretário, completando que não foi solicitada nenhuma mudança na pista de pouso. Portanto, ela será mantida até as próximas avaliações dos órgãos competentes.


Operação

Inicialmente, a Azul vai realizar um embarque diário com a chegada por volta de 13h15 e saída às 15h15. A expectativa do Executivo, entretanto, é de que novas rotas sejam implantadas de acordo com a demanda da cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário