sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Sofre com lapsos de memória? Então previna-se contra o AVC.

Sofre com lapsos de memória? Então previna-se contra o AVC

Estudo sugere que problema cognitivo pode indicar risco até 38% maior de derrame no futuro

 

Problemas de memória podem indicar risco maior de AVC no futuro, sugere pesquisa holandesa
Problemas de memória podem indicar risco maior de AVC no futuro, sugere pesquisa holandesa (Thinkstock/VEJA)


Um dos possíveis danos deixados pelo acidente vascular cerebral (AVC) são problemas de memória. Agora, pesquisadores sugerem que o efeito contrário também pode acontecer: lapsos de memória podem indicar que o indivíduo possui um risco alto de sofrer um derrame.
A conclusão faz parte de um estudo feito na Universidade de Roterdã, na Holanda, e publicado nesta quinta-feira na revista científica Stroke. A pesquisa se baseou nos dados de 9 152 pessoas com mais de 55 anos que foram submetidas a testes de memória e de saúde mental entre os anos de 1990 e 1993 e novamente entre 2000 e 2001.

Desde o início do estudo e até 2012, houve 1 134 casos de AVC entre os participantes. Os pesquisadores observaram uma relação entre queixas de problemas de memória e probabilidade mais elevada de derrame nos anos seguintes. Surpreendentemente, o maior risco, de 38%, foi observado entre pessoas com os maiores níveis de escolaridade. 
“Pesquisas futuras poderão confirmar nossa conclusão, e então as pessoas com queixas sobre mudanças em sua memória passarão a ser consideradas como um grupo de risco para derrame cerebral no futuro”, diz Arfan Ikram, professor de neuroepidemiologia da Universidade de Roterdã e coordenador do estudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário