quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Policiais dispersam manifestação de cegos a pauladas.

Policiais paquistaneses dispersam manifestação de cegos a pauladas

Protesto pacífico pedia cumprimento de quota de contratação de deficientes.
Polícia diz que só dispersou movimento; testemunhas relatam agressões.

 
Da France Presse

Manifestantes cegos sentam na rua durante manifestação por empregos em Lahore, no Paquistão (Foto: AFP Photo/Arif Ali) 
Manifestantes cegos sentam na rua durante manifestação por empregos em Lahore, no Paquistão (Foto: AFP Photo/Arif Ali)
 
 
A polícia paquistanesa dispersou sem cerimônia uma manifestação organizada por cegos nesta quarta-feira (3) em Lahore, a segunda maior cidade do país, reivindicando o respeito à quota de contratações de deficientes no serviço público, de acordo com testemunhas.
Cerca de 70 deficientes visuais se reuniram em frente ao clube de jornalistas no centro de Lahore (leste) para pedir a aplicação da quota de 2% dos postos de trabalho que lhes são teoricamente reservados nos órgãos públicos, antes de seguirem para a residência do governador da província, onde aconteceu uma reunião com o presidente do país, Mamnun Hussain.
A manifestação pacífica, realizada para marcar o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, degenerou quando os oficiais tentaram dispersá-la. "No final, os policiais os empurravam para fora da rua por razões de segurança", indicou o chefe da polícia local, Rafiullah.
Mas de acordo com imagens exibidas pela televisão e o relado de testemunhas, a polícia usou porretes. "A polícia nos agrediu com porretes e nos empurrou, alguns chegaram a cair no chão", disse à AFP Mohiuddin Afzal, um manifestante.
O Paquistão, país com mais de 180 milhões de habitantes, tem cerca de dois milhões de cegos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário