segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Em campanha em apoio a portadores de Aids, príncipe Harry revela segredo.

Em campanha em apoio a portadores de Aids, príncipe Harry revela segredo

Quarto na linha sucessória, príncipe admitiu ter medo de falar em público.
Contando segredos, celebridades pedem fim da vergonha em revelar Aids.

 
Da Reuters

Príncipe Harry durante evento em Westminster Abbey, no centro de Londres, em novembro  (Foto: Reuters/Pool/Matthew Lloyd)Príncipe Harry durante evento em Westminster
Abbey, no centro de Londres, em novembro (Foto: Reuters/Pool/Matthew Lloyd)

O príncipe Harry, do Reino Unido, revelou um de seus maiores temores nesta segunda-feira (1) - falar em público - ao estimular outras celebridades a contar suas ansiedades secretas como parte de uma campanha na Internet para diminuir o estigma associado à Aids.
Ao revelar seus temores ocultos e prazeres constrangedores, os participantes da campanha, como a cantora britânica Paloma Faith e a artista norte-americana Nicole Scherzinger, querem encorajar as pessoas a compartilhar seus segredos usando a hashtag #FeelNoShame (NãoSintaVergonha).
Quarto na linha sucessória ao trono britânico, o príncipe Harry, de 30 anos, disse que todo ano milhares de crianças morrem do vírus HIV sem necessidade porque sua doença foi mantida em segredo.
O HIV é a segunda maior causa de mortes entre pessoas de 10 a 19 anos em todo o mundo e a doença que mais mata na África.
"Um tema trágico em especial é a vergonha e o estigma ligados ao HIV", afirmou o príncipe Harry em um comunicado ao lançar a campanha no Dia Mundial da Aids.
"Isso faz com que milhares de crianças morram sem necessidade todos os anos por manter sua doença em segredo e não receber a atenção médica que precisam."
A campanha #FeelNoShame, da instituição de caridade Sentebale, fundada pelo príncipe Harry e pela princesa Seeiso, de Lesoto, em 2006, quer evitar a disseminação do vírus estimulando as pessoas infectadas com o HIV a se manifestar e buscar apoio, dando atenção especial às crianças soropositivas de Lesoto.
O país africano tem a terceira maior incidência de Aids do mundo, e 38 mil de suas crianças têm o vírus HIV, de acordo com o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids, na sigla em inglês).
"Acreditem ou não, fico incrivelmente nervoso antes de falar em público, não importa o tamanho da plateia”, revelou o príncipe Harry em um vídeo no YouTube. Assista ao vídeo.
O "segredo terrível" de Paloma Faith é passar horas vendo os perfis de outras pessoas no site de compartilhamento de fotos Instagram e comer chocolate quando está deprimida ou brava.
Scherzinger, de 36 anos, ex-membro da banda Pussycat Dolls e jurada do programa de calouros "The X Factor", admitiu que muitas vezes não se sente "merecedora" ou "boa o suficiente".

Nenhum comentário:

Postar um comentário