quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Aposentado constrói capela ecumênica para reflexão em Oliveira, MG.

Aposentado constrói capela ecumênica para reflexão em Oliveira

Símbolo de fé e de amor a Deus, no local há representação de 30 religiões.
Capela fica dentro de um sítio e é frequentada por moradores.

 
Do G1

Capela Ecumênica foi criada por aposentado em Oliveira (Foto: Aline Fonseca/Arquivo Pessoal)Capela Ecumênica foi criada por aposentado em
Oliveira (Foto: Aline Fonseca/Arquivo Pessoal)

No dia de Natal, muitas pessoas buscam um momento para refletir e orar. Em Oliveira, o aposentado Demóstenes Romano criou uma capela ecumênica, que se tornou um espaço especial onde essa reflexão é feita o ano inteiro. Quem passa pela porteira da fazenda do aposentado, encontra um lugar onde a natureza reina absoluta.
A capela resgata símbolos de várias religiões. Uma mistura da fé cristã no próprio espaço onde mora. “A capela foi montada com presentes que ganhamos ao longo da vida e com acessórios comprados por mim e minha esposa", contou Demóstenes.
Aberto ao público, o local é frequentado por pessoas de várias regiões e principalmente por moradores da área rural de Oliveira. Para chegar até o interior da capela é preciso passar por um corredor de pedras, com aproximadamente cinco metros, onde, por vários anos funcionou um depósito de silo da fazenda. O caminho foi reestruturado e ganhou uma nova forma.
Ao chegar, o visitante se depara com centenas de palavras escritas em madeira e penduradas na parede. Cada uma delas leva a refletir o cotidiano do da vida humana. "Eu não posso resolver a situação como guerras no oriente médio, mas posso construir um espaço que simbolize paz, que simbolize união. Eu não posso cuidar da harmonia da humanidade, mas eu posso cuidar de valores do ser humano", refletiu Demostenes.
A intenção é em 2015 o espaço seja aberto para escolas do município e que os professores possam levar os alunos até a capela. "A ideia é que eles possam debater sobre as palavras, sugerirem frases. Criar um momento de reflexão com essas crianças", finalizou o aposentado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário