quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Etíopes quebram o favoritismo dos quenianos e vencem São Silvestre.

Etíopes quebram o favoritismo dos quenianos e vencem São Silvestre


Dawit Admasu, da Etiópia, vence a prova masculina da 90ª Corrida Internacional de São Silvestre, realizada em São Paulo

Dawit Admasu, da Etiópia, vence a prova masculina da 90ª Corrida Internacional de São Silvestre, realizada em São Paulo - Heitor Feitosa/VEJA.com


Este ano, a Etiópia deixou a Quênia para trás na tradicional Corrida de São Silvestre, em São Paulo. Na prova masculina, o etíope Dawit Admasu foi o vencedor com o tempo de 45min04s. Stanley Kooch, do Quênia, e Fabiano Naasi, da Tanzânia, subiram ao pódio no segundo e terceiro lugar, respectivamente. O brasileiro Giovani dos Santos ficou na cola dos africanos nos 15 km da prova, porém se distanciou no final, terminando a corrida em quinto lugar. 
Já entre as mulheres, Ymer Ayalew interrompeu um domínio das atletas quenianas, que haviam vencido as cinco edições anteriores da prova feminina. Netsanet Kebede, também da Etiópia, ficou em segundo lugar. A campeã queniana de 2011, Priscah Jeptoo, ficou com a terceira posição. Ymer já havia vencido a São Silvestre, no ano de 2008, e completou o percurso de 2014 em 50min43s. Entre as mulheres, nenhuma brasileira ficou entre as cinco primeiras posições.

Mudança no seguro-desemprego começa a valer em 60 dias.




Mudança no seguro-desemprego começa a valer em 60 dias, diz Fazenda





As mudanças nas regras de acesso ao seguro-desemprego só começarão a valer em 60 dias. O prazo foi incluído na Medida Provisória (MP) publicada nesta terça-feira em edição extra do Diário Oficial da União.
Segundo o secretário de políticas públicas de emprego do Ministério do Trabalho, Silvani Pereira, o prazo foi fixado para que os ajustes no sistema de dados do governo sejam feitos. O sistema do DataPrev faz o cruzamento de dados para ver se os requisitos ao acesso ao benefício estão corretos. "O prazo protege o trabalhador. Para ele não correr o risco de buscar o seguro e não encontrar", disse Pereira.
A MP altera a regra atual de acesso ao seguro-desemprego, que permite o acesso ao benefício para quem que trabalhou por seis meses e tenha perdido o emprego. Com a MP, o período de carência para a primeira solicitação passa a ser de 18 meses de trabalho num prazo de 24 meses. Para a segunda solicitação do benefício, o prazo é de 12 meses num prazo de 16 meses. Para ter acesso ao terceiro pedido, basta ter trabalhado seis meses ininterruptos num prazo de 16 messes entre a solicitação e a anterior.


Parcelas

Em função das mudanças introduzidas no prazo de carência, foram alterados os cálculos de parcelas, explicou o diretor de programas da secretaria executiva do Ministério da Fazenda, Manoel Pires. A regra atual determina o pagamento de três parcelas do benefício para quem tiver trabalhado entre seis e 11 meses nos últimos 36 meses; quatro parcelas para quem tiver trabalhado entre 12 meses e 23 meses nos últimos 36 meses; e cinco parcelas para que tiver trabalhado pelos 24 meses nos últimos 36 meses.
Com a mudança das regras, na primeira solicitação do benefício receberá quatro parcelas quem tiver trabalhado entre 18 e 23 meses nos últimos 36 meses e para receber a quinta parcela na primeira solicitação precisará ter trabalhado pelo menos 24 meses nos últimos 36 meses.
Já na segunda solicitação, poderá receber quem trabalhou 12 meses no período de 23 meses. Para a terceira solicitação, a regra das parcelas é a que está hoje em vigor.

Agora é oficial: salário mínimo sobe para R$ 788 a partir de janeiro.

Agora é oficial: salário mínimo sobe para R$ 788 a partir de janeiro

Valor representa reajuste de quase 9%. Decreto editado foi publicado no Diário Oficial da União nesta terça

 

Mínimo estava em R$ 724
Mínimo estava em R$ 724 (Photodisc/VEJA)


O ano novo está chegando e o Diário Oficial da União traz uma boa notícia nesta terça-feira para os trabalhadores brasileiros: o salário mínimo terá reajuste de aproximadamente 9% em 2015. O governo federal editou decreto para regulamentar a Lei nº 12.382, de 25 de fevereiro de 2011, que dispõe sobre o valor. Com isso, a partir desta quinta-feira, dia 1º de janeiro de 2015, o salário mínimo passará de 724,00 para 788,00 reais, alta de quase 9%. O valor diário do salário mínimo corresponderá a 26,27 reais e o valor horário, a 3,58 reais. O consultor da Câmara dos Deputados Leonardo Rolim, alerta que ainda poderá ser feita alguma alteração no número.
O valor anunciado nesta terça é praticamente o mesmo previsto na proposta orçamentária encaminhada pelo Executivo em agosto, de 788,06 reais. O relator do Orçamento de 2015, senador Romero Jucá (PMDB-RR), chegou a dizer no início de dezembro que o valor do salário mínimo seria arredondado para 790 reais, o que não aconteceu. A diferença de 2 reais proporcionará uma economia de 752,8 milhões de reais em relação à previsão de gastos do Legislativo, segundo cálculos de Leonardo Rolim.
O impacto para as contas públicas no próximo ano será de 22 bilhões de reais aproximadamente, uma notícia ruim para a equipe econômica de Dilma Rousseff que está com a difícil tarefa de controlar os gastos da União e melhorar a situação fiscal brasileira.
O reajuste é maior do que a inflação, que deve terminar o ano em 6,38%, segundo economistas ouvidos pelo Banco Central para a pesquisa Focus.

O mínimo é calculado a partir de uma forma que leva em conta a inflação do ano anterior e o crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes mais a variação da inflação deste ano, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Como esse indicador de preços ainda não foi totalmente apurado, Leonardo Rolim reitera que o valor do mínimo ainda pode mudar. 
Segundo o consultor, não se pode entender que a presidente enfrentou o Legislativo ao estabelecer um valor abaixo daquele esperado pelos parlamentares. "Ela apenas cumpriu a lei", disse, referindo-se à correção conforme a inflação e o crescimento da economia.
Rolim disse ainda que, mesmo trabalhando com um mínimo mais robusto, os cálculos do Congresso para as despesas atreladas ao piso salarial ainda estavam subestimados. Especialistas apontam que o governo, ao construir sua proposta de Orçamento para 2015, puxou para baixo a estimativa de diversos gastos e exagerou na expectativa de arrecadação, para conseguir fechar as contas.
(Com Estadão Conteúdo)

Bebê de dois anos atira e mata acidentalmente sua própria mãe.

Bebê de dois anos atira e mata acidentalmente sua mãe

A arma - uma pistola automática - estava na bolsa da mulher, que fazia compras

 

O cherife Ben Wolfinger chega ao supermercado onde ocorreu o trágico acidente na última terça-feira (30), em Idaho, nos Estados Unidos
O cherife Ben Wolfinger chega ao supermercado onde ocorreu o trágico acidente na última terça-feira (30), em Idaho, nos Estados Unidos (AFP) 

 
Um menino de dois anos atirou e matou acidentalmente a própria mãe em um supermercado no Estado americano de Idaho, no noroeste do país, reporta o jornal The New York Times. A arma estava na bolsa da mulher e disparou após o bebê manuseá-la, afirmaram autoridades locais nesta terça-feira. O porta-voz do delegado, Stu Miller, afirmou que a mulher fazia compras com seu filho e três outras crianças.
A mulher, que não teve sua identidade revelada, tinha licença para porte e uso de armas. Miller disse que o bebê foi deixado em um carrinho de compras, enfiou a mão na bolsa da mãe e pegou a arma – uma pequena pistola automática de baixo calibre –, que descarregou de uma vez. "Parece ter sido um acidente muito trágico", afirmou o porta-voz.

O marido da vítima não estava no supermercado quando o tiroteio aconteceu por volta das 10h20 horário local (5h20 de Brasília) e chegou ao local após o acidente. Todas as crianças foram levadas para a casa de um parente. Os disparos ocorreram no supermercado Wal-Mart na cidade de Hayden, um pequeno e pacato município com cerca de 9.000 habitantes.
Brooke Buchanan, porta-voz do Wal-Mart, disse em um comunicado que a morte da mulher foi "um acidente muito triste e trágico". De acordo com ele, os funcionários do supermercado estão "trabalhando estreitamente com o departamento de policia local, enquanto eles investigam o que aconteceu".

Jogador do Cruzeiro capota carro e é preso em Belo Horizonte.

Jogador do Cruzeiro capota carro e é preso em Belo Horizonte, diz PM

Segundo a corporação, jovem teria fugido de uma blitz de trânsito.
Polícia informou que teste do bafômetro constatou que ele havia bebido.

 
Do G1 



Um jogador do Cruzeiro foi preso na noite desta terça-feira (30) depois de um acidente que, segundo a Polícia Militar (PM), teria ocorrido porque ele estaria fugindo de uma blitz de trânsito. De acordo com a corporação, o atleta Leonardo Bonatini, de 20 anos, tentou fugir em alta velocidade de uma blitz no bairro Barro Preto, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Jogador do Cruzeiro, Leonardo Bonatini capotou o carro e foi preso em BH. (Foto: Tarcisio Neto/Globoesporte.com)Leonardo Bonatini capotou o carro e foi preso em BH. (Foto: Tarcisio Neto/Globoesporte.com)

Ainda segundo a polícia, ele perdeu o controle da direção quando tentou fazer uma curva na Avenida Pedro II, atingiu um carro que estava estacionado e capotou. O motorista teria abandonado o local do acidente, mas acabou preso.
A PM informou que o teste do bafômetro constatou que o jogador fez uso de bebida alcoólica. Ele disse à polícia que estava com uma turma de amigos. O resultado do exame do bafômetro indicou 0,28 miligramas de álcool por litro de ar expelido, o jogador teve a carteira de habilitação recolhida e o direito de dirigir suspenso por 12 meses, segundo o tenente Bruno Coelho. Foi aplicada uma multa no valor de R$ 1.915.
Leonardo Bonatini foi levado para o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MG). Ele ficou o tempo todo com o rosto coberto e não quis dar entrevista.
O atleta pagou fiança de R$ 10 mil e foi liberado. Além da carteira apreendida e da multa, ele ainda vai responder a dois processos na Justiça. A assessoria do Cruzeiro informou que não comenta atos praticados por jogadores e outros funcionários do clube, fora do ambiente e horário de trabalho.
O jogador teve o contrato renovado com o Cruzeiro em 2013. Ele chegou a treinar com o time profissional, mas acabou retornando para as categorias de base. Bonatini também jogou emprestado pelo Goiás e estaria sendo negociado com o Estoril, de Portugal.

Segundo a polícia, jogador teria fugido de blitz de trânsito em BH. (Foto: Reprodução/TV Globo) 
Segundo a polícia, jogador teria fugido de blitz de trânsito na capital. 
(Foto: Reprodução/TV Globo)

Cientistas encontram indícios do fim dos maias no 'Grande Buraco Azul'.

Cientistas encontram indícios do fim dos maias no 'Grande Buraco Azul'

Pesquisa analisou composição de caverna submersa no Mar do Caribe.
Resultados corroboram tese de que grande seca acabou com civilização.

 
Do G1

Grande Buraco Azul em Belize (Foto: U.S. Geological Survey) 
Grande Buraco Azul em Belize: sedimentos corroboram teoria de que fim da civilização maia está relacionado a uma seca severa (Foto: U.S. Geological Survey)
 
 
Novas análises feitas em minerais retirados da caverna submersa conhecida como o Grande Buraco Azul, em Belize, na América Central, dão pistas sobre os motivos que levaram ao fim da civilização maia. 
Os resultados do estudo, feito por pesquisadores da Universidade de Rice, no Texas, corroboram uma teoria já existente: a de que uma grande seca teria levado ao desaparecimento da sociedade maia.
A equipe de pesquisadores perfurou e coletou amostras de sedimentos encontrados no Grande Buraco Azul e nos recifes de coral dispostos ao redor da caverna. A composição dessas amostras foi analisada, principalmente em relação à quantidade de titânio e alumínio.

Grande Buraco Azul em Belize visto pela Nasa (Foto: Nasa/Divulgação)Grande Buraco Azul em Belize visto pela Nasa
(Foto: Nasa/Divulgação)

Em entrevista ao site americano "LiveScience", o geólogo Andre Droxler, da Universidade de Rice, explicou que a chuva corrói as rochas vulcânicas da região, que contêm titânio, que é então transportado até o oceano. Por esse motivo, quantidades menores desse elemento nos sedimentos correspondem a períodos de menos chuva.
O que a análise dos sedimentos e dos corais demonstrou foi que houve um período de seca extrema entre 800 d.C e 900 d.C, que coincide com o momento em que a civilização maia começou a se desintegrar. A partir dessa época, eles entraram em declínio econômico e cultural, e perderam influência com a ascensão de outros povos, como os toltecas. Acabaram dominados pelos espanhóis.


Grande Buraco Azul

O grande círculo azul escuro no meio do mar turqueza do Caribe costuma atrair mergulhadores e turistas do mundo todo. Localizado no Atol de Recifes Lighthouse, a cerca de 50 milhas a leste da cidade de Belize, o buraco é um círculo quase perfeito, de cerca de 300 metros de diâmetro e 125 metros de profundidade. É visível inclusive do espaço – foi captado por um satélite da Nasa em março de 2009.
No início dos anos 1970, o famoso oceanógrafo Jacques Cousteau explorou seus túneis e estalactites. O Buraco Azul é parte da Reserva de Barreiras de Recifes de Belize, considerada Patrimônio da Humanidade pela Unesco.


Civilização Maia

A civilização maia dominou a península de Yucatán e o norte da América Central, onde atualmente ficam o sul do México, Belize, Guatemala e partes de Honduras e El Salvador. O auge desse povo foi entre os anos 800 e 1000 d.C.. A partir daí, eles entraram em declínio econômico e cultural, e perderam influência com a ascensão de outros povos, como os toltecas. Acabaram dominados pelos espanhóis, e ainda vivem na mesma região.

Pirâmide maia de Chichen Itza, no sul do México (Foto: Dennis Barbosa/G1) 
Pirâmide maia de Chichen Itza, no sul do México (Foto: Dennis Barbosa/G1)
 
 
Muro de pedra produzido pela civilização maia, em Belize (Foto: Divulgação/Douglas Kennett/"Science") 
Muro de pedra produzido pela civilização maia, em Belize 
(Foto: Divulgação/Douglas Kennett/"Science")

IPI sobe amanhã, e carros devem ficar em média 4,5% mais caros.

IPI de carros sobe a partir desta quinta-feira, confirma governo

A partir do início de 2015, será retomada a alíquota cheia do tributo.
Alta vem em momento que governo precisa de verba para equilibrar contas.

 
Alexandro Martello  
Do G1

Tabela novo IPI (Foto: Arte/G1) O Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) incidente sobre os automóveis terá aumento a partir desta quinta-feira, dia 1º de janeiro de 2015, confirmou o Ministério da Fazenda ao G1. Com a decisão, segundo o governo, será retomada a chamada "alíquota cheia" do tributo. Com isso, a Anfavea (associação das montadoras) estima que o preço dos carros seja reajustado em 4,5%. 
Em junho deste ano, o governo anunciou que as alíquotas reduzidas do IPI para carros seriam mantidas até o fim do ano. Para os carros populares (com motor 1.0), o IPI, que está em 3%, avançará para 7% em janeiro - um aumento de quatro pontos percentuais.
Para carros com motor entre 1 e 2 litros flex, a alíquota do IPI segue em 9% até hoje, mas subirá para 11% (alíquota cheia) a partir de janeiro. Para os veículos com a mesma faixa de motorização, mas movidos apenas a gasolina, a alíquota é de 10% até o fim de 2014, mas será elevada para 13% a partir de 2015.
Para carros com motor maior do que 2.0 litros, já era válida a alíquota normal (não houve desconto), de 18% para os flex e 25% para os movidos a gasolina. O IPI para os utilitários, atualmente em 3%, subirá para até 8% em janeiro.


Decisão já era esperada por fabricantes

A decisão já era esperada pelos fabricantes de automóveis, uma vez que já havia sido comunicada pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, em novembro deste ano, após reunião em Brasília. Na ocasião, o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan, declarou que já dava o fato [alta do tributo] como "consumado".
"Obviamente que eu toquei no assunto [do IPI com o ministro da Fazenda], mas a posição, como sempre, desde as reuniões anteriores, é de que há uma decisão do governo pela implementação da alíquota cheia do IPI em janeiro. Eu não pedi explicação. Essa é a posição do Ministério da Fazenda. Se vai ser repassado [para os preços], é uma decisão individual de cada empresa", disse Moan a jornalistas em novembro.
Apesar de começar a valer em janeiro, a alta do imposto pode demorar um pouco até ser repassada aos consumidores. Isso porque ainda há veículos nos estoques das montadoras, ou seja, que foram "faturados" com a alíquota atual do Imposto Sobre Produtos Industrializados.


Reequilibrar contas públicas

O aumento do IPI acontecerá em um momento no qual o governo precisa reequilibrar as contas públicas - que sofreram forte deterioração neste ano. De janeiro a novembro, as contas do setor público registraram um déficit primário – receitas ficaram abaixo das despesas, mesmo sem contar juros da dívida – de R$ 19,64 bilhões, segundo números divulgados pelo BC.
Foi a primeira vez desde o início da série histórica do BC (em 2002 para anos fechados), que as contas do setor público registraram um déficit nos 11 primeiros meses de um ano. Até o momento, o pior resultado, para este período, havia sido registrado em 2002 (superávit de R$ 53,73 bilhões).
Recentemente, o ministro indicado da Fazenda, Joaquim Levy, anunciou a recomposição do chamado superávit primário (economia para pagar juros da dívida pública) para 1,2% do PIB em 2015 e para, ao menos, 2% do PIB em 2016 e 2017. O esforço fiscal prometido para 2015 é de R$ 66,3 bilhões, dos quais R$ 55,3 bilhões referem-se à parcela do governo. Levy espera que, com o aumento do superávit primário, a divida pública comece a recuar a partir de 2016.
Para ajustar as contas públicas no próximo ano, e registrar o superávit primário prometido, economistas avaliaram que o governo federal poderá elevar tributos e cortar benefícios. O aumento do IPI de carros, assim como as mudanças de regras na concessão do seguro-desemprego, abono salarial, pensões por morte e auxílio-doença, vão justamente nessa direção.
As mudanças no seguro-desemprego, no seguro-defeso, pensões por morte e auxílio-doença, vão significar uma economia de R$ 18 bilhões por ano para o governo a partir de 2015, informou nesta segunda-feira (29) Nelson Barbosa, indicado pela presidente Dilma Rousseff para ser ministro do Planejamento no segundo mandato.

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Ladrão 'se explode' ao tentar roubar caixa eletrônico.

Ladrão 'se explode' ao tentar roubar caixa eletrônico

Câmeras de segurança mostram momento em que explosão fora de hora frustra tentativa de roubo na Austrália.

 
Da BBC

ladrão tenta explodir caixa eletrônico na Austrália (Foto: Reprodução/BBC) 
ladrão tenta explodir caixa eletrônico na Austrália (Foto: Reprodução/BBC)


Imagens divulgadas pela polícia da Austrália mostram o momento em que um ladrão tentou, sem sucesso, roubar um caixa eletrônico. Assista ao vídeo.
Ao detonar explosivos, ele mesmo acabou sendo vítima da explosão fora de hora, caiu e saiu correndo.
O caixa eletrônixo ficou destruído, mas o dinheiro permaneceu guardado dentro do equipamento.

Setor pirotécnico finaliza ano com queda de 20% nas vendas em Santo Antônio do Monte, MG.

Setor pirotécnico finaliza ano com queda de 20% nas vendas em MG

Ano para o setor em Santo Antônio do Monte foi difícil, afirma sindicato.
Copa, acidentes e mortes foram fatores que contribuíram para o recuo.

 
Do G1

Explosivos são fabricados por trabalhadores (Foto: Anna Lúcia Silva/G1)Explosivos são fabricados por trabalhadores
(Foto: Anna Lúcia Silva/G1)

O ano de 2014 para o setor pirotécnico em Santo Antônio do Monte não foi nada fácil, como pontua o Sindicato das Indústrias de Explosivos no Estado de Minas Gerais (Sindiemg). Entre mortes, acidentes e uma produção retida da Copa do Mundo, as atividades encerram o ano com queda de 20%.
Fogos de artifício e artigos pirotécnicos são sempre usados para comemorações em geral e a melhor época para vender os itens é no Réveillon. Contudo, as surpresas não foram agradáveis para o setor, que ainda assim investiu na criatividade, como o empresário Arailtom Rodrigues, que  lançou uma novidade para tentar impulsionar as vendas, mas teve frustações. O novo item que agora integra o show room de novidades dentro da fábrica, é um show de luzes que dura aproximadamente três minutos e que foi vendido a baixo custo, nem assim ele conseguiu mudar a situação que desde a Copa tem se agravado.
"Produzimos muito para a Copa e tivemos a decepção de ver o Brasil perder, o que resultou na mercadoria retida para essa época. Com a mercadoria retida, o mercado que não quis adquirir novos produtos, nem os recém lançados. Podemos afirmar sem dúvidas que tivemos uma queda superior a 20%", afirmou.

Alguns fogos são analisados na área externa  (Foto: Reprodução/Tv Integração)Fogos são analisados na área externa
(Foto: Reprodução/Tv Integração)

Mesmo com queda, Arailtom não dispensa o otimismo para o próximo ano e diz que irá investir logo no início para tentar reaver o que não foi vendido em 2014, mas ressalta que haverá cautela no investimento. "Estamos vivendo um momento atípico no país todo, com muitos escândalos. Então ninguém sabe como será no ano que vem. Sabemos que algo será feito, algo vai mudar, portanto não podemos investir demais para não termos surpresas como essas de 2014", contou.
Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores das Fábricas de Fogos de Artifício (Sindfogos), Antônio Camargos, as mortes e acidentes no setor deixaram marcas difíceis de se apagar  e também contribuíram para o recuo significativo. "A gente espera que nesse próximo ano possa haver uma evolução. Temos negociações para melhorar os salários dos funcionários. Precisamos agora esquecer o passado, mesmo que seja difícil e buscar mais segurança para os  trabalhadores, para mantermos a mão de obra e o setor em atividade", ressaltou.
Welliton Aparecido Morato, também é empresário e compartilha da opinião de Arailtom, quando ele afirma que houve redução de 20%. "Não foi o que todo mundo esperava. Não teve vendas e não sei como vamos fazer com o comércio. Agora é torcer para  que 2015 seja melhor", disse.
Ele investiu em algumas novidades, mas não teve sucesso e agora, segundo ele ocorrerá o que nunca houve em 20 anos de atuação no mercado. “Vou começar o ano de 2015 com o estoque cheio. Isso nunca ocorreu, finalizava os anos sem mercadoria nenhuma, e agora finalizo o ano com o estoque lotado”, contou.


Polo Pirotécnico

Santo Antônio do Monte tem uma população estimada, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 27.352 habitantes. A principal fonte de renda do município sai do setor de pirotecnia. A cidade também conta com um local próprio para a verificação da qualidade e a segurança dos fogos.
Conforme informações do gerente do Sindiemg, Américo Libério, a região Centro-Oeste mineira abriga 79 empresas nas cidades de Luz, Lagoa da Prata, Pedra do Indaiá, Japaraíba, Moema, Arcos e Santo Antônio do Monte. E apenas em Santo Antônio do Monte são 47 empresas que empregam mais de três mil funcionários diretamente e outros 12 mil indiretamente. "É uma atividade centenária na cidade que emprega pessoas de várias partes do país. Galpões tomam conta de boa parte do município e eles também estão na zona rural", comentou Américo.


Líder na América Latina

O município lidera a economia na produção pirotécnica na América Latina e é responsável por mais de 90% da produção dos fogos de artifício do Brasil. Além de abrigar o único centro tecnológico em pirotecnia da América Latina, a cidade realiza a verificação da qualidade e a segurança dos fogos.
Galpões tomam conta de boa parte da cidade e eles também estão na zona rural. "É uma atividade antiga na cidade e que exige muitos cuidados, inclusive durante a fabricação. Para evitar o risco de curto-circuito, os funcionários contam apenas com a luz natural. Em alguns setores, o chão é coberto de água para não haver o atrito da pólvora com o piso ou com calçados. Tudo muito artesanal", comentou Libério.

 
Fofos Santo Antônio do Monte (Foto: Reprodução/TV Integração) 
Testes de fogos são realizados antes de serem comercializados em Santo Antônio do Monte 
(Foto: Reprodução/TV Integração)

Corpos e destroços de voo da AirAsia que sumiu são localizados.

Corpos e destroços de voo da AirAsia que sumiu são localizados

Partes da aeronave estavam a cerca de 10 quilômetros do último contato.
Corpos foram retirados; avião militar achou sombra que pode ser avião.

 
Do G1

Imagem área mostra o que podem ser os detroços da aeronave da AirAsia (Foto: BAY ISMOYO/AFP) 
Imagem áerea mostra o que podem ser os detroços da aeronave da AirAsia 
(Foto: BAY ISMOYO/AFP)
 
 
As autoridades da Indonésia confirmaram nesta terça-feira (30) que os destroços encontrados por um pescador no Mar de Java são do voo QZ-8501 da AirAsia, desaparecido desde o último domingo (28) no horário local, noite de sábado (27) no Brasil. O Airbus A-320-200 levava 162 pessoas de Surabaia, na Indonésia, para Cingapura.

A Agência Nacional de Buscas e Resgate do país (Basarnas) afirmou que os pedaços da porta e de uma rampa de emergência da aeronave estavam a cerca de 10 quilômetros da última posição registrada pelos radares.

29/12 - arte airasia  (Foto: Arte/G1) Cerca de 30 navios e 21 aviões de Indonésia, Austrália, Malásia, Cingapura, Coreia do Sul e Estados Unidos estão envolvidos nas buscas.
Três corpos foram recuperados até agora, segundo Bambang Soelistyo, diretor da agência. Os corpos de duas mulheres e um homem foram levados para o navio de guerra Bung Tomo, que participa do resgate, de acordo com informações da France Presse.

Mais cedo, um porta-voz da marinha indonésia chegou a informar que 40 corpos já haviam sido recuperados do mar. Ele afirmou posteriormente que se tratou de um mal entendido com sua equipe.

O mau tempo atrapalha os trabalhos de resgate.
Além disso, um avião militar detectou uma “sombra” no fundo do oceano, que pode corresponder ao avião desaparecido. “Um Hércules da Força Aérea achou um objeto descrito como uma sombra no fundo do mar com a forma de um avião”, disse Bambang Soelistyo, chede da Basarnas.

O Ministério das Comunicações da Indonésia (Kemenhub) afirmou que o logotipo da companhia asiática foi identificado em alguns dos objetos localizados no mar, conforme o jornal local "Detik".

As partes do avião estão no estreito de Karimata, que separa as ilhas de Bornéu e Belitung, próximo de uma base aérea que serviu como ponto de decolagem para os aviões que participam da operação internacional de busca e resgate.


30/12 - Comandante indonésio apresenta objetos retirados do mar que pertenciam ao voo 8501 da AirAsia, como uma mala azul e o que parece ser um tanque de oxigênio, na base aérea de Pangkalan Bun (Foto: Dewi Nurcahyani/AP) 
Comandante indonésio apresenta objetos retirados do mar que pertenciam ao voo 8501 da AirAsia, como uma mala azul e o que parece ser um tanque de oxigênio, na base aérea de Pangkalan Bun (Foto: Dewi Nurcahyani/AP)
 
 
Fotos de corpos flutuando no mar foram transmitidas pela televisão e parentes de passageiros reunidos em um centro de crise em Surabaya choravam com as mãos na cabeça. Segundo um repórter da Reuters, algumas pessoas entraram em colapso em meio ao choro e foram socorridas.
"Vocês têm de ser fortes", disse a prefeita de Surabaya, Tri Rismaharini, ao confortar familiares das vítimas. "Eles não são nossos, eles pertencem a Deus."

Parentes de passageiros do avião da AirAsia que caiu no mar choram no aeroporto de Juanda, em Surabaya, na Indonésia, ao receberem a notícia da localização dos destroços da aeronave nesta terça-feira (30) (Foto: Manan Vatsyayana/AFP) 
Parentes de passageiros do avião da AirAsia que caiu no mar choram no aeroporto de Juanda, em Surabaya, na Indonésia, ao receberem a notícia da localização dos destroços da aeronave nesta terça-feira (30) (Foto: Manan Vatsyayana/AFP)
 
 
A confirmação ocorreu horas depois de as autoridades divulgarem que um pescador tinha encontrado vários objetos no Mar de Java. Helicópteros e navios foram enviados ao local para recuperá-los e determinar sua procedência.

Equipe de resgate desce ao mar para recuperar corpo de vítima da queda do avião da AirAsia (Foto: TV ONE via Reuters TV/Reuters)Equipe de resgate desce ao mar para recuperar
corpo de vítima da queda do avião da AirAsia (Foto: TV ONE via Reuters TV/Reuters)

O CEO da AirAsia, Tony Fernandes, escreveu no Twitter que “meu coração está cheio de tristeza por todas as famílias envolvidas no QZ 8501. Em nome da AirAsia, minhas condolências a todos. Palavras não podem expressar o quanto estou triste”. A mensagem foi publicada após a localização dos destroços.
A fabricante de aviões Airbus disse nesta terça que irá trabalhar com investigadores para ajudar a identificar a causa da queda.
"A Airbus foi informada pelas autoridades indonésias que o local do acidente do voo QZ8501 foi localizado", disse a empresa em um comunicado.
"Com a segurança como sua principal preocupação, a Airbus reafirma o seu compromisso total para fornecer toda a assistência técnica necessária às autoridades de investigação a fim de estabelecer a causa deste trágico acidente."


Desaparecimento

O voo QZ-8501 da AirAsia saiu de Surabaia, na Indonésia, com destino a Cingapura, onde pousaria duas horas depois, segundo a previsão da companhia.
O contato com a aeronave foi perdido na manhã de domingo cerca de 40 minutos após a decolagem, depois que a tripulação pediu uma mudança do plano de vôo devido a uma tempestade.
Antes da descolagem, o piloto havia pedido permissão para voar em uma altitude superior para evitar a tempestade, mas o seu pedido não foi aprovado devido ao tráfego pesado na popular rota, de acordo com a AirNav, o serviço de navegação aérea da Indonésia.
Na sua comunicação final, o piloto pediu para alterar o seu curso e reiterou o seu pedido original para subir e evitar o mau tempo.
"O piloto pediu para os controladores de tráfego aéreo para se desviar para o lado esquerdo, devido ao mau tempo, o que foi aprovado imediatamente", declarou o diretor de segurança da AirNav, Wisnu Darjono, à AFP
"Depois de alguns segundos, o piloto pediu para subir de 32.000 para 38.000 pés, mas seu pedido não pôde ser imediatamente aprovado porque alguns aviões estavam voando acima dele naquele momento", explicou.
Essa foi a última comunicação com o vôo.
"Dois ou três minutos depois, quando o controlador estava dando uma autorização para o nível de 34.000 pés, o avião não deu nenhuma resposta", disse Darjono.
Estavam a bordo 155 passageiros e outros sete integrantes da tripulação. Entre eles há 155 indonésios, três sul-coreanos, um britânico, um francês, um malaio e um cingapuriano.

Equipes de busca da Força Aérea da Indonésia procuram o avião da AirAsia que caiu neste domingo (28); destroços foram encontrados a 10 km do último ponto de contato da aeronave (Foto: Bay Ismoyo/AFP) 
Equipes de busca da Força Aérea da Indonésia procuram o avião da AirAsia que caiu neste domingo (28); destroços foram encontrados a 10 km do último ponto de contato da aeronave (Foto: Bay Ismoyo/AFP)

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Esposa dá à luz no dia da morte do marido.

Esposa dá à luz em dia da morte de marido em acidente na BA, diz família

Cinco pessoas morreram após veículo de passeio bater com caminhão.
'Não sei se foi por causa do susto', disse tio; previsão de parto era janeiro.

 
Do G1

Quatro ocupantes do carro de passeio morreram na hora (Foto: Jackson Andrade / Arquivo Pessoal)Quatro ocupantes do carro de passeio morreram
na hora (Foto: Jackson Andrade / Arquivo Pessoal)

A esposa de uma das vítimas do acidente que envolveu um caminhão e um carro de passeio na BR-101, região sul da Bahia, e que deixou cinco mortos, deu à luz ao filho no dia da tragédia, informou José Barbosa, tio da vítima, nesta segunda-feira (29). A batida ocorreu no domingo (28), no techo do município de Camacan.
"Estava previsto para ela ter neném em janeiro, mas ganhou ontem. O acidente aconteceu de manhã e ela teve o bebê de tarde. Não sei se foi por causa do susto. Mas ela está bem", afirmou o parente.
Segundo Barbosa, o sobrinho dele estava no veículo com mais três pessoas. Todos os quatro morreram na hora. Os corpos foram liberados pelo Departamento de Política Técnica (DPT) e o enterro será realizado em Arataca e no distrito de Anuri, ainda nesta segunda-feira (29).
A quinta vítima foi uma pedestre atingido por um dos veículos. Não há informações sobre o enterro dela. Os veículos colidiram de frente, nas proximidades da comunidade de São João do Panelinha, por volta das 9h.

Carro foi atingido por caminhão; todos os ocupantes morreram (Foto: Jackson Andrade / Arquivo Pessoal) 
Carro foi atingido por caminhão; todos os ocupantes morreram 
(Foto: Jackson Andrade / Arquivo Pessoal)

Homem passa bem após levar facada no crânio.

'Pensei que fosse morrer', diz homem que teve faca cravada na cabeça

Faca atravessou o olho esquerdo e ainda atingiu o maxilar inferior.
Paciente passou por cirurgia de 3h e encontra em estado estável no HUT.

 
Ellyo Teixeira  
Do G1

Em tomografria é possível ver a faca cravada no crânio do homem (Foto: Ellyo Teixeira/G1) 
Em tomografia é possível ver a faca cravada no crânio do homem (Foto: Ellyo Teixeira/G1)


Em tomografria é possível ver a faca cravada no crânio do homem (Foto: Ellyo Teixeira/G1)Faca passou por trás do olho esquerdo e parou no maxilar  (Foto: Ellyo Teixeira/G1)

O mototaxista Juacelo Nunes de Oliveira, 39 anos, contou ao G1 os momentos de sofrimento e dor que passou após ter uma faca cravada na cabeça durante uma discussão na cidade de Água Branca, a 98 km de Teresina. A vítima sofreu quatro perfurações, passou por cirurgia no domingo (28), mas segundo os médicos não terá sequelas. Juacelo permanece internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).
"Pensei que fosse morrer e só passei a acreditar quando vi que aconteceu comigo, porque se alguém contasse não acreditaria. Eu estava na seresta quando discuti com um homem na porta do banheiro e ele chamou outras três pessoas para me agredir. Não vi o momento das facadas, mas em nenhum momento desmaiei e permaneci consciente mesmo com dor", declarou.

 
Francisca Pereira e o marido Juacelo Nunes (Foto: Ellyo Teixeira/G1)Francisca Pereira e o marido Juacelo Nunes
(Foto: Ellyo Teixeira/G1)
 
Para o diretor do HUT, Gilberto Albuquerque, Juacelo Nunes teve sorte, pois a cirurgia que durou três horas foi delicada e o paciente corria risco de morte. "Ele sofreu quatro perfurações de faca, sendo uma no pulmão esquerdo, duas no tórax e na cabeça. Esta última passou por trás do olho esquerdo e só parou quando atingiu o maxilar inferior do lado direito", contou.
Ainda segundo o médico, a facada ultrapassou várias artérias e o procedimento para retirar o objeto foi bastante difícil. Apesar da gravidade, o médico garantiu que o mototaxista não terá sequelas e que o corte não afetou as funções do ofato, paladar e visão. "O paciente encontra-se no leito em recuperação e o seu estado é estável. A faca foi retirada e entregue para a polícia, assim que ele tiver alta irá prestar o seu depoimento", disse Gilberto Albuquerque.
A mulher do mototaxista, Francisca Pereira, relatou que soube do incidente por populares e entrou em estado de choque ao vê-lo com a faca cravada na cabeça. "Eu não acreditei na hora que vi o meu marido daquele jeito. Achei que ele fosse morrer. Foi um verdadeiro milagre", desabafou.

Raio mata 4 da mesma família e deixa 4 feridos em praia de SP.

Mortos por raio em Praia Grande, SP, são turistas da mesma família

De acordo com informações dos bombeiros, oito pessoas foram atingidas.
Temporal atingiu o litoral de São Paulo por volta das 14h desta segunda.

Guilherme Lucio e LG Rodrigues 
Do G1


As quatro pessoas mortas durante a queda de um raio na tarde desta segunda-feira (29) em Praia Grande, no litoral de São Paulo, já foram identificadas pela polícia. Além das vítimas fatais, outras quatro pessoas foram atingidas durante o incidente, sendo que uma encontra-se em estado grave. Três estão fora de perigo e passam por avaliação buco-maxilo-facial, pois tiveram ferimentos no rosto.
O internauta Marcelo Vianna estava no local e fez imagens da equipe do Corpo de Bombeiros tentando reanimar as vítimas. O flagrante mostra a ação dos homens da corporação, que tentam fazer massagem cardíaca, e várias pessoas em volta.
Morreram durante a descarga elétrica Zenildo Tadeu Vieira, coronel aposentado da Polícia Militar, de 69 anos; sua esposa, Andrea Boaretto, de 41 anos; a sobrinha do casal, Kátia Boaretto, gestante de cinco meses; e seu marido, Luciano D’alessandro. O bebê de Kátia também não resistiu. Todos eram moradores da capital paulista.

Casal Katia e Luciano morreu após a queda de raio no litoral de SP (Foto: Reprodução/Facebook) 
Casal Katia e Luciano morreu após a queda de raio no litoral de SP 
(Foto: Reprodução/Facebook)

Em observação no Hospital Irmã Dulce, no bairro Boqueirão, estão mãe e duas filhas, moradoras de Franca. Em estado mais grave, está uma comerciante ambulante de Praia Grande.
O raio caiu durante uma forte chuva nas proximidades do Quiosque 15, situado na altura das ruas Rui Barbosa e Mauricio José Cardoso, no bairro Canto do Forte. A tempestade também atingiu outras cidades da Baixada Santista no início da tarde e provocou vários estragos, como quedas de árvores e inundações.

Dona de quiosque relata susto no momento em
que raio atingiu praia (Foto: LG Rodrigues/G1)
Dona de quiosque relata susto no momento que raio atingiu praia (Foto: LG Rodrigues/ G1)Testemunhas

A dona do quiosque próximo de onde o raio caiu relatou os momentos de pânico vividos por quem estava no local. Helena Motta afirma que ouviu um barulho parecido com o de uma explosão, instantes antes das pessoas caírem no chão. "Na hora não consegui pensar em nada. Teve um barulho parecido com uma explosão e vi o raio descendo, antes de um clarão. No momento em que isso aconteceu, eram mais de 20 pessoas no local, entre as que voltavam do mar e as que estavam onde o raio caiu", afirma.
A comerciante disse que ficou paralisada após a descarga e começou a reunir as pessoas que conseguiram correr para dentro de seu estabelecimento. "Eu não quis ir ver, porque tinha até uma pessoa com uma parte do rosto toda escura, parecia queimado ou sangue. Não dava para saber com certeza", afirma.
Helena diz que nunca presenciou algo parecido antes. "Algumas pessoas chegaram chorando depois do raio. Na hora, o pessoal ficou em pânico, foi quando os bombeiros chegaram com macas, trouxeram viaturas. Infelizmente é triste", conclui.

Quiosque em praia onde turistas morreram no litoral de SP (Foto: LG Rodrigues/ G1)Raio caiu próximo a quiosque em Praia Grande,
SP (Foto: LG Rodrigues/G1)

O metalúrgico André de Almeida também presenciou o incidente. "Meu irmão entrou na água, como ele tem um problema, fui com ele. O raio caiu na beirada da praia e todo mundo foi para o chão. Quem mais sofreu foi o idoso, porque ele caiu e na hora ficou com os olhos arregalados. A menina que estava com ele já começou a sangrar pelo nariz. Um parente meu chegou a desmaiar após o impacto do raio. Já estava trovejando bastante antes do raio cair. O tempo fechou", relata.


Outros estragos da chuva

A mudança súbita no tempo acabou causando problemas em Santos, na subida do Morro da Nova Cintra, na Avenida Afonso Schimidt, na Zona Noroeste da cidade, na esquina da Avenida Jovino de Melo com a Rua Engenheiro Elias Machado e no Caminho São José, onde um barraco foi destelhado. Ninguém ficou ferido. Equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros já estão atendendo às ocorrências.

Ar-condicionado ficou pendurado em prédio de São Vicente (Foto: Arquivo Pessoal/ Laís Bimbati)Ar-condicionado ficou pendurado em prédio de
São Vicente (Foto: Arquivo Pessoal/Laís Bimbati)

Ainda em Santos, nas avenidas Nossa Senhora de Fátima e Martins Fontes, foram registrados pontos de alagamento por causa das chuvas, mas os motoristas não encontram maiores problemas, tendo em vista que o trânsito flui normalmente. Bairros na Zona Noroeste também enfrentavam falta de energia elétrica por volta das 16h. Um shopping da cidade teve o telhado parcialmente destruído devido aos ventos fortes e à chuva, diversos veículos foram atingidos.
Os fortes ventos também danificaram um mercado atacadista de Santos, parte do teto do estabelecimento foi levantado com as rajadas, assustando os clientes. Algumas luminárias ficaram penduradas, mas não houve feridos. Estabelecimentos comerciais também sofreram com a tempestade e tiveram mercadorias derrubadas no chão.
Em São Vicente, ruas no entorno do bairro Biquinha, a Avenida Presidente Wilson, próximo ao Largo São Thomé de Souza, e a Rua Campos Sales tiveram pontos de alagamento. Na Rua Onze de Junho, um ar-condicionado chegou a ficar pendurado, mas foi recolhido pelos moradores. Além disso, os motoristas passaram a enfrentar um tráfego mais lento na cidade. Alguns bairros também sofreram com a falta de energia.

tempestade provoca estragos em Santos (Foto: Ivair Vieira Júnior/G1) 
Tempestade provocou estragos em Santos, SP (Foto: Ivair Vieira Jr/G1)
 
tempestade provoca estragos em Santos (Foto: Ivair Vieira Júnior/G1) 
Tempestade provocou estragos em mercado atacadista de Santos 
(Foto: Ivair Vieira Jr/G1)
tempestade provoca estragos em mercado atacadista em Santos (Foto: Ivair Vieira Júnior/G1) 
Mercadorias de estabelecimento comercial foram jogadas no chão 
(Foto: Ivair Vieira Jr/G1)
Chuvas afetaram cidades do litoral de São Paulo (Foto: Mariane Rossi/ G1) 
Chuvas afetaram cidades do litoral de São Paulo (Foto: Mariane Rossi/G1)

Motorista invade rua e atropela 15 pessoas durante festa de congadas em MG.

Motorista invade rua e atropela 15 pessoas durante festa de congadas

Acidente aconteceu no início da madrugada em São Tomás de Aquino.
Conforme polícia, motorista bateu em cavalete e em outros três carros.

 
Do G1

Quinze pessoas foram atropeladas depois de um motorista embriagado invadir uma rua que estava interditada para a realização de uma festa de congadas no início da madrugada deste domingo (28) em São Tomás de Aquino (MG). Pelo menos duas pessoas ficaram em estado grave e estão internadas na UTI da Santa Casa de São Sebastião do Paraíso. Outras sete pessoas também foram encaminhadas para o hospital com suspeitas de fraturas.
Segundo a Polícia Militar, a festa acontecia no bairro Rosário, quando o motorista bateu em um cavalete e em outros três carros e atropelou as pessoas. Entre as vítimas, estavam duas crianças que participavam da festa. Ambulâncias do hospital da cidade, do Corpo de Bombeiros e carros da Polícia Militar ajudaram no resgate das vítimas, que foram encaminhadas para o hospital da cidade e para a Santa Casa de São Sebastião do Paraíso (MG). Por causa do acidente, a festa foi cancelada.
O motorista, de 19 anos, que se recusou a passar pelo teste do bafômetro, foi preso em flagrante. Antes de ser preso, ele tentou fugir do local do acidente e foi agredido por moradores. Conforme a polícia, ele carregava um barril de chopp na caminhonete que usava. Antes de ser encaminhado para o Presídio de São Sebastião do Paraíso, ele precisou ser atendido na Santa Casa da cidade.

Pelo menos duas pessoas ficaram em estado grave e foram levadas para Santa Casa (Foto: Marlon Santiago / EPTV) 
Pelo menos duas pessoas ficaram em estado grave e foram levadas para Santa Casa 
(Foto: Marlon Santiago / EPTV)
 
 
Motorista embriagado invadiu rua e atropelou pessoas em São Tomás de Aquino (Foto: Marlon Santiago / EPTV) 
Motorista embriagado invadiu rua e atropelou pessoas em São Tomás de Aquino 
(Foto: Marlon Santiago / EPTV)

Pais de quadrigêmeas lutam para construir casa para família em Santo Antônio do Monte, MG.

Pais de quadrigêmeas lutam para construir casa para família em MG

Moradores de Santo Antônio do Monte colaboram e rifa é vendida.
Prefeitura do município ajudou com doação de um lote.

Anna Lúcia Silva 
Do G1

Quadrigêmeas completaram dois anos em Santo Antônio do Monte (Foto: Glaydston de Jesus/Arquivo Pessoal)Quadrigêmeas completaram dois anos
(Foto: Glaydston de Jesus/Arquivo Pessoal)

Há pouco mais de um ano a vida de um jovem casal de Santo Antônio do Monte foi transformada com o nascimento de quadrigêmeas. Desde que as filhas nasceram, a dona de casa Rosane Ribeiro de Jesus, de 22 anos, e o operário Gleydston Luiz de Jesus, de 27 anos, têm batalhado para conseguir criar as meninas e agora eles estão em busca da realização de um sonho em 2015: construir a própria casa. Para isso, eles têm contado com a ajuda dos moradores e da Prefeitura do município que já doou o lote.
A solidariedade dos vizinhos, pessoas mais próximas e até mesmo de desconhecidos têm tornado gratificante a luta do casal. Eles sempre receberam doação de leite, fraldas, cestas básicas e agora, várias pessoas já doaram materiais para que as obras de construção da casa tenham início em 2015. 
Ainda como forma de acelerar o processo, o casal tem vendido bilhetes para rifar um celular. “Estamos recebendo muita ajuda das pessoas e isso tem sido maravilhoso, pois o salário do meu marido não é suficiente para todos nós. A rifa foi uma ideia para conseguirmos o dinheiro para pagar a mão de obra. Até o início do ano pretendemos começar a parte do alicerce da casa”, contou.
O cunhado de Rosane, o vendedor Rafael Fernandes Pinto, sempre ajuda com o que pode. Ele trabalha em um depósito de matérias de construção e quando tem oportunidade pede aos amigos mais íntimos colaboração. “Sempre peço para as pessoas que conheço poderem ajudar, pois só a gente que está perto sabe a dificuldade que essa família enfrenta. Eles são carentes e com quatro filhas não é fácil mesmo”, disse.
As lutas não deixam desaparecer o orgulho do pai, Gleydston, que sempre comemora a chegada das filhas. "Nossas quatro filhas são um verdadeiro milagre de Deus. Hoje sou a pessoa mais feliz do mundo com essas bênçãos em minha vida, que me dão força para seguir em frente", ressaltou.

Casal na maternidade (Foto: Gleydston Jesus /Arquivo Pessoal)Casal na maternidade após o parto
(Foto: Gleydston Jesus /Arquivo Pessoal)

Gleydston contou que uma lista de materiais de construção tem circulado na cidade e que tem contado com o apoio de quem puder ajudar. "A gente sabe que construir uma casa hoje em dia não é fácil, está tudo muito caro e por isso estamos indo devagar, mas com a ajuda que estamos recebendo e ainda vamos receber, vai dar tudo certo", afirmou.
A intenção da família é sair do aluguel até o meio do ano que vem. Atualmente eles pagam por onde moram mais de um salário mínimo. " Queremos sair do aluguel logo e poder destinar esse dinheiro a criação das minhas filhas. Nosso sonho vai se realizar em 2015, se Deus quiser", enfatizou.


Parto antecipado

As crianças que por diversas vezes, segundo a mãe, corriam risco e poderiam não nascer, hoje esbanjam saúde e enchem os pais de felicidade. Gleydston lembra que, quando descobriram a gravidez, o casal foi informado da gravidade e do risco da gestação. Todo o processo, segundo ele, foi de muita apreensão e surpresas. "Já tínhamos preparado a gravidez, mas não esperávamos quatro, ficamos apreensivos algumas vezes", disse.
Rosane engordou 25 quilos quando ficou grávida, o que dificultava no dia a dia, e por isso levou a gestação até onde suportou. "O espaço estava apertado e, para não comprometer a saúde da minha mulher ou das crianças, resolvemos fazer o parto, aos sete meses, de acordo com orientações do médico", disse.

Rotina

A rotina do casal nunca mais foi a mesma depois do nascimento das filhas. Eles fizeram as contas e afirmam que durante alguns meses chegaram a fazer cerca de 32 trocas de fraldas por dia, além de 32 mamadeiras para as meninas, que se alimentam até hoje, de um leite especial, que proporciona ganho de peso.
O dia é sempre corrido e cheio de tarefas, mas para Rosane a manhã é a parte do dia mais trabalhosa. A mãe acorda às 6h e, segundo ela, todas as meninas já estão em alerta esperando a mamadeira neste horário. "Eu logo preparo as quatro mamadeiras, retiro as crianças do berço, coloco elas em um colchão na sala, onde ficam todas juntas e em seguida dou a mamadeira para cada uma. E elas seguram as mamadeiras e vou trocando as fraldas delas", relatou.
Durante a troca de fraldas, as quatro, que já se relacionam muito bem, brincam e assistem desenhos. "Coloco desenhos para ver se chama a atenção, e aí eu tento dar uma organizada na casa, pego os brinquedos do chão, coloco roupas para lavar", contou.
Como acordam muito cedo, as quadrigêmeas voltam a dormir por volta das 8h e esse "soninho" dura geralmente três horas. É quando Rosane começa a preparar o almoço para as meninas e para o marido, que precisa ficar pronto até as 11h. "Elas começam a acordar e eu já vou posicionando todas na cozinha, sentadas no bebê conforto. Como elas não esperam e ficam disputando a papinha, faço apenas um prato com uma colher e vou alimentando todas", disse.

Este será o primeiro dia das mães de Rosane com as quadrigêmeas em Santo Antônio do Monte (Foto: Ademar de Oliveira/Gazeta Montense) 
Rosane com as quadrigêmeas em Santo Antônio do Monte 
(Foto: Ademar de Oliveira/Gazeta Montense)

domingo, 28 de dezembro de 2014

Avião da AirAsia com 162 a bordo some após decolar da Indonésia.

Avião da AirAsia com 162 a bordo some após decolar da Indonésia

Airbus A320-200 desapareceu do radar às 6h17 (local) deste domingo (28).
Voo QZ-8501 seguia para Cingapura e atravessou mau tempo.

 
Do G1

 
 
Sem notícias, parente de um dos passageiros se emociona em Surabaya. (Foto: Juni Kriswanto / AFP Photo)Sem notícias, parente de um dos passageiros se
emociona em Surabaya.
(Foto: Juni Kriswanto / AFP Photo)
 
Um Airbus A320-200 da AirAsia, com 155 passageiros a bordo e 7 tripulantes, que fazia a rota entre a Indonésia e Cingapura, sumiu do radar neste domingo (28), informaram o Ministério dos Transporte indonésio e a companhia aérea.
Segundo porta-voz do Ministério dos Transportes da Indonésia, a aeronave perdeu contato com o controle de tráfego aéreo de Jacarta às 6h17 (horário local, 20h17 de sábado, 27, no Brasil).
O avião desapareceu ao voar sobre as águas ao sudoeste da ilha de Bornéu e em mau tempo.

Mapa da rota e suposto local do desaparecimento do voo QZ-8501 da AirAsia. (Foto: Reprodução / GloboNews) 
Mapa da rota e suposto local do desaparecimento do voo QZ-8501 da AirAsia. 
(Foto: Reprodução / GloboNews)
 

A empresa malaia AirAsia informou que o piloto do Airbus A320-200 solicitou mudança na rota devido ao mau tempo. “O avião pediu um desvio devido às condições meteorológicas”, disse a companhia em um comunicado publicado em sua página no Facebook.
O voo QZ-8501 partiu do Aeroporto Internacional Juanda, em Surabaya (Java Oriental), às 5h20 (19h20 no Brasil), com previsão de pouso em Cingapura às 8h20 (22h30 no Brasil). O Airbus teria desaparecido 40 minutos após decolar.

Imagem de de 16 de agosto de 2011 mostra Airbus da AirAsia no Aeroporto Internacional de Hong Kong. (Foto: Arquivo / Laurent Fiévet / AFP Photo) 
Imagem de 16 de agosto de 2011 mostra um Airbus da AirAsia no Aeroporto Internacional de Hong Kong. (Foto: Arquivo / Laurent Fiévet / AFP Photo)


A Metro TV, da Indonésia, informou que o avião leva a bordo 155 passageiros, mas não informa o número de tripulantes. São 149 indonésios, 3 coreanos, 1 cingalês, 1 malaio e 1 britânico.
A AirAsia informou que entre os 155 passageiros há 138 adultos, 16 são crianças e um bebê. A tripulação é composta por dois pilotos e cinco pessoas de cabine.
A AirAsia confirmou em nota o sumiço da aeronave e o início de uma operação de busca e salvamento do avião.
“AirAisa Indonésia lamenta confirmar que a torre de controle de tráfego aéreo perdeu contato com o voo QZ-8501(Surabaya a Cingapura) às 7h24 desta manhã”, disse a companhia em um comunicado. “Operações de busca e resgate estão em andamento. AirAsia está cooperando plenamente com a assistência e serviços de salvamento”, diz a nota.
Cingapura também acionou equipes de busca e resgate. “Dois (aviões) C130 estão prontos para ser usados. Estamos prontos para prestar assistência e apoio às operações de busca e salvamento”, afirma um comunicado da Força Aérea, Marinha e do Centro de Coordenação de Resgate do país.

Companhia aérea AirAsia informa sobre desaparecimento do Airbus A320-200 do voo QZ-8501 através do Facebook.  (Foto: Reprodução / AirAsia / Facebook) 
Companhia aérea AirAsia informa sobre desaparecimento do Airbus A320-200 do voo QZ-8501 através do Facebook. (Foto: Reprodução / AirAsia / Facebook)
 

Tragédia no início do ano

Um um avião da Malaysia Airlines com 239 pessoas a bordo, que viajava de Kuala Lumpur, na Malásia, para Pequim, na China, desapareceu no dia 8 de março de 2014. Os investigadores acreditam que o voo MH-370 saiu de curso e caiu por de combustível no Oceano Pacífico.

sábado, 27 de dezembro de 2014

Turco que atirou em João Paulo II leva flores a seu túmulo no Vaticano.

Turco que atirou em João Paulo II leva flores a seu túmulo no Vaticano


Turco que atentou contra o Papa disse que sentia a necessidade de realizar este gesto 
Turco que atentou contra o Papa disse que sentia a necessidade de realizar este gesto (EFE)

O turco Mehmet Ali Agca, que em 1981 atentou contra a vida do então papa João Paulo II, esteve neste sábado no Vaticano para depositar dois ramos de rosas brancas no túmulo de Karol Wojtyla, segundo informou a imprensa italiana.
O ex-membro do grupo terrorista turco de extrema direita Lobos Cinzentos, indultado em 2000 pelo presidente italiano, Carlo Azeglio Ciampi, foi ao túmulo do santo polonês quando se completa o 31º aniversário da visita que, após recuperar-se do atentado, João Paulo II fez a seu algoz na prisão romana de Rebbibia em dezembro de 1983.
Após depositar as flores, Agca foi conduzido pela polícia italiana à delegacia romana de Cavour para ser interrogado e ali explicou que "sentia a necessidade de realizar este gesto".
O turco está em liberdade desde 2010, após ter permanecido preso em seu país, extraditado da Itália, por vários delitos.
Agca publicou uma autobiografia em 2013, na qual contava que, durante a conversa que teve com João Paulo II na prisão, confessou que o indutor do atentado tinha sido o aiatolá Khomeini e pediu ao pontífice que guardasse o segredo.
"Foi Khomeini e o governo iraniano os que me ordenaram que te mate", reconheceu então, segundo afirma em sua obra.
Essas revelações foram desmentidas posteriormente pelo porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi.
João Paulo II foi baleado em 13 de maio de 1981 quando, após uma audiência na Praça de São Pedro, cumprimentava os fiéis de um automóvel descoberto. O papa foi atingido por quatro balas e Agca foi detido imediatamente.
Contra toda previsão, João Paulo II sobreviveu e inclusive ofereceu seu perdão ao delinquente turco pessoalmente.
Antes da publicação de sua autobiografia, Agca disse que por trás do atentado estava a "pista búlgara", que conectava os serviços secretos de Sófia à máfia turca e aos terroristas dos Lobos Cinzentos.
Durante uma viagem a Bulgária em 2002, João Paulo II disse que jamais acreditou na "pista búlgara".
Agca também disse em outras ocasiões que contou com ajuda do interior do Vaticano e em outras envolveu os países da Europa comunista.
Em recente entrevista concedida à agência de notícias italiana "Ansa", Agca reconheceu que queria "realmente assassinar Wojtyla" e acrescentou que o fato de que o papa tenha se salvado "foi um milagre".
EFE