quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Putin lidera lista de poderosos. Dilma cai para 31º do ranking.

Putin lidera lista da 'Forbes' de pessoas mais poderosas; Dilma é 31ª

Presidente da Rússia superou Barack Obama pelo segundo ano seguido.
Presidente brasileira caiu em relação a 2013, quando estava no 20º lugar.

 
Do G1

O presidente russo Vladimir Putin fala após o 10º Encontro Ásia-Europa em Milão, na Itália (Foto: AFP Photo/Vasily Maximov )O presidente russo Vladimir Putin fala após o 10º Encontro Ásia-Europa em Milão, na Itália (Foto: AFP Photo/Vasily Maximov )

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, foi apontado pela revista “Forbes” pelo segundo ano seguido como a pessoa mais poderosa do mundo, superando novamente o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.
A lista, composta por 72 personalidades, manteve os cinco primeiros colocados iguais a 2013: em terceiro lugar está o presidente da China Xi Jinping, em quarto o Papa Francisco e em quinto a chanceler alemã, Angela Merkel – considerada a mulher mais poderosa do mundo.
A revista assume que não se pode considerar o presidente russo um exemplo de “boa pessoa”, lembrando que ele se envolveu em conflitos armados na Ucrânia este ano. Entretanto, ressalta que a lista é uma avaliação de poder. No ano passado, quando Putin liderou a lista pela primeira vez, a Forbes justificou a decisão porque ele "continua solidificando seu controle sobre a Rússia e o cenário internacional".
Completam os 10 primeiros lugares Janet Yellen, presidente do Federal Reserve (que saltou do 72º lugar em 2013 para sexto em 2014), Bill Gates, co-presidente da Bill & Melinda Gates Foundation (passou do sexto para o sétimo lugar), Mario Draghi, presidente do Banco Central da Europa (apareceu em nono em 2013), Sergey Brin, co-fundador e diretor de projetos do Google e Larry Page, CEO do Google, empatados em nono lugar (ambos apareciam na 17ª posição no ano passado), e David Cameron, premiê do Reino Unido (em 11º no ano passado). 


O ranking deste ano nove mulheres, o mesmo número que em 2013, o que representa apenas 12% das pessoas mais poderosas do mundo. Em 2009, a lista tinha somente três mulheres. Esta é a primeira vez que duas mulheres - Merkel e Yellen - aparecem no top 10.
A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, aparece em 31º lugar – uma queda em relação à posição do ano passado, quando ela apareceu em 20º lugar. Entre as mulheres, entretanto, ela é considerada a terceira mais poderosa. Dilma está à frente do bilionário Ruper Murdoch e da chefe do FMI, Christine Lagarde.

A Forbes considera quatro fatores para selecionar as 72 pessoas: sobre quantas pessoas exercem poder; os recursos financeiros sob seu controle; se têm influência em mais de uma esfera; e como utilizam seu poder para mudar o mundo.
A lista completa tem 17 chefes de estado, 39 CEOs de empresas (entre eles 14 fundadores das companhias) e 29 bilionários.

Embora os Estados Unidos sejam o país com mais nomes na lista (26), a Forbes destaca a presença de 19 pessoas da região Ásia-Pacífico, incluindo seis empresários.

Entre as doze novidades do ranking de 2014 estão o primeiro-ministro indiano Narendra Modi (15º), o presidente da companhia Alibaba e homem mais rico da China, Jack Ma (30º), e o "califa" do grupo jihadista Estado Islámico (EI), Abu Bakr al-Baghdadi (54º).

Nenhum comentário:

Postar um comentário