quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Jovens matam menor e transportam corpo em carrinho de mão em MG.

Jovens matam menor e transportam corpo em carrinho de mão em MG

Vítima foi morta com machado e faca em Montes Claros, norte de MG.
Polícia acredita que criminosos jogariam o corpo em um córrego.

 
Valdivan Veloso  
Do G1 

Polícia encontrou suspietos empurrando carrinho a cerca de 100 metros de onde crime foi cometido (Foto: Valdivan Veloso/G1) 
Polícia encontrou suspeitos empurrando carrinho a cerca de 100 metros de onde crime foi cometido (Foto: Valdivan Veloso/G1)
 
 
Um adolescente de 17 anos foi assassinado na tarde desta quarta-feira (5) no bairro Major Prates em Montes Claros, norte de Minas Gerais. Dois jovens, um menor de 15 anos e outro de  21 anos, foram detidos carregando o corpo da vítima em um carrinho de mão pelas ruas do bairro.
“Recebemos denúncia sobre o homicídio aqui no bairro. Ao chegar na Rua 13, a viatura deparou com dois indivíduos empurrando o carrinho. Eles fugiram, mas foram detidos logo depois. Provavelmente iriam desovar o corpo próximo daqui”, explica o sargento Leonardo Neves Correia.

Suspeito disse à polícia que vai matar outros desafetos após sair da cadeia. (Foto: Valdivan Veloso/G1)Suspeito disse à polícia que vai matar outros
desafetos após sair da cadeia
(Foto: Valdivan Veloso/G1)

A polícia suspeita que o homicídio tenha ligação com o tráfico de drogas na região, mas ainda não tem informações sobre o envolvimento da vítima com o comércio de drogas. “A gente ainda não confirmou sobre a vida da vítima, mas sabemos que era vizinho dos autores, que alegaram não conhecê-lo apesar de morar uma rua de distância. Então é preciso clarear isso com mais contundência e vamos fazer no prazo do flagrante de 10 dias”, explica o delegado Bruno Rezende.
O Crime foi cometido na Rua 4. No local, a polícia encontrou uma faca e um machado que foram utilizados para matar o adolescente. “Durante a perícia podemos avaliar que houve uma briga dentro da residência e que os dois autores participaram do fato. A vítima foi golpeada por machado e faca e não houve possibilidade de defesa”, afirma

Um machado e uma faca foram encontrados no local do crime (Foto: Valdivan Veloso/G1)Um machado e uma faca foram encontrados no
local do crime (Foto: Valdivan Veloso/G1)

De acordo com o delegado, na residência foram encontrados indícios de uso de drogas. “Existem estes indícios, mas não podemos afirmar se hoje eles utilizaram. Porém, o maior está bem alterado, nervoso e afirmou que assim que sair da cadeia vai praticar outros homicídios do tráfico”.
Durante os trabalhos de investigação, uma mulher foi detida suspeita de envolvimento no homicídio. “Ela afirmou que esteve no local do crime. Apesar de não confirmar se estava na hora do crime, o fato dela ter ligação com os autores, leva a crê que tenha participação neste homicídio”, diz o sargento Leonardo.
Os envolvidos foram encaminhados à delegacia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário