segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Hospital do Câncer em Divinópolis, MG, tem paralisação temporária.

Hospital do Câncer em Divinópolis tem paralisação temporária

Serviços ficaram suspensos no fim de semana e esta manhã.
HSJD não informou motivo, mas diz que atendimentos já foram retomados.

 
Do G1 



Depois do fechamento da maternidade do Hospital São João de Deus (HSJD), em Divinópolis, a crise agora atingiu também pacientes do hospital do câncer. Os atendimentos nos setores de mastologia e ginecologia ficaram suspensos no fim de semana e durante a manhã desta segunda-feira (24). Pacientes que tinham consultas agendadas durante a manhã foram surpreendidos pela notícia.
Entretanto, o HSJD, que é responsável pelo gerenciamento do hospital do câncer, enviou por meio da assessoria de imprensa uma nota comunicando apenas que os serviços já haviam sido normalizados, mas não informou o motivo da paralisação temporária. (Veja a íntegra abaixo)

Razões

Ao G1, uma funcionária da Associação de Combate ao Câncer do Centro-Oeste de Minas (Acccom), que não quis se identificar, disse que os serviços foram paralisados porque o hospital teria demitido "três ou quatro médicos". Porém, ainda segundo a funcionária, em seguida o hospital reconsiderou a decisão e chamou os profissionais de volta. "Na verdade houve uma demissão dos médicos, mas como deu muito problema voltaram atrás. Agora vão ter que readequar a situação porque houve transtorno", comentou.
O G1 telefonou algumas vezes e enviou um e-mail à assessoria do HSJD perguntando qual o motivo da suspensão dos atendimentos eletivos de mastologia e ginecologia na Unidade Oncológica. Contudo, as ligações não foram atendidas e não houve retorno até a publicação desta reportagem.


Veja a íntegra da nota sobre a paralisação

"O Hospital São João de Deus por meio da Assessoria de Comunicação informa que os atendimentos eletivos de mastologia e ginecologia realizados na Unidade Oncológica do HSJD já foram retomados integralmente. Desde a última sexta-feira (21), os atendimentos eletivos estavam cancelados, entretanto os casos de urgência e emergência estavam sendo realizados normalmente. Em reunião realizada hoje pela manhã, a direção da Instituição resolveu por retomar os atendimentos de forma integral. A direção informa ainda que continua na busca de profissionais para a retomada dos atendimentos na maternidade do Hospital".

Nenhum comentário:

Postar um comentário