sábado, 1 de novembro de 2014

Estudo testa exame de sangue para detectar câncer de pulmão.

Estudo testa exame de sangue para detectar câncer de pulmão

A análise detectou células cancerígenas em cinco pacientes que ainda não demonstravam sintomas e que, depois, desenvolveram câncer

 

O câncer de pulmão é considerado um dos mais letais, uma vez que sua detecção é feita em estágios tardios da doença
O câncer de pulmão é considerado um dos mais letais, uma vez que sua detecção é feita em estágios tardios da doença (Hemera/Thinkstock/VEJA)


Uma equipe médica francesa anunciou neste sábado a possibilidade de detecção precoce do câncer de pulmão graças a um simples exame de sangue — feito apresentado como "inédito mundialmente". A pesquisa, publicada nesta sexta-feira na revista científica americana Plos One, foi desenvolvida pelo grupo do professor Paul Hofman, do hospital universitário de Nice, no sul da França, em parceria com um centro da Universidade de Sophia-Antipolis.

O estudo conseguiu provar a presença de células cancerígenas no sangue dos pacientes antes que uma radiografia consiguesse revelar sintomas. Em uma amostragem de 245 pessoas sem câncer, das quais 168 sofriam de broncopatia crônica obstrutiva, um fator de risco para a doença, a análise detectou células com traços do tumor em cinco delas. “Depois disso, todas elas desenvolveram câncer, o que significa 100% de sensibilidade ao teste", explicou o professor.
"Nós conseguimos provar o conceito, agora falta validar os resultados estatisticamente através de um estudo nacional", afirmou Hofman. De acordo com o pesquisador, a detecção precoce pode desempenhar um papel-chave na intervenção cirúrgica, conseguindo uma "incidência extraordinária" no campo dos câncer pulmonar invasivo.
(Com agência France-Presse)

Nenhum comentário:

Postar um comentário