domingo, 16 de novembro de 2014

'Caçadores de tesouros' buscam joias na praia.

'Caçadores de tesouros' se reúnem para detectar metal: 'Tiram até R$ 4 mil'

Empresa promove competição para ver quem acha mais artefatos em praia.
Prática de procurar objetos com detectores de metais é comum nos EUA.

 
Do G1

Homem já encontrou várias alianças de ouro com detector de metais (Foto: Reprodução / TV Tribuna) 
Homem já encontrou várias alianças de ouro com detector de metais 
(Foto: Reprodução / TV Tribuna)
 
 
Um grupo de ‘caçadores de tesouros’ se reuniu na tarde deste sábado (15) na praia de Santos, no litoral de São Paulo. O objetivo das pessoas era usar um equipamento especial para detectar objetos de metal na faixa de areia. Aproveitando o empenho dos praticantes deste hobby, uma empresa resolveu promover uma competição onde quem consegue localizar mais artefatos ganha prêmios.
A prática de procurar objetos com detectores de metais é algo mais comum nos Estados Unidos e em alguns países europeus, entretanto isso não impediu que admiradores da atividade se encontrassem pelas redes sociais e combinasse de se encontrar na cidade. “Sábado e alguns domingos eu saí para caçar e já encontrei diversas coisas, desde dentadura até anéis. Tenho mais de 160 alianças de prata, 17 de ouro, vários cordões, pulseiras”, afirma o diretor de vendas Igor Lima de Souza.

'Caçadores de tesouros' já acharam jóias perdidas (Foto: Reprodução / TV Tribuna)'Caçadores de tesouros' já acharam jóias perdidas (Foto: Reprodução / TV Tribuna)

Os ‘caçadores de tesouro’ mais experientes afirmam que nos lugares onde os banhistas costumam descansar, perto do mar, é onde se encontra mais objetos. “Tem amigos que estão vivendo de praia já, eles chegam 8h, fazem uma hora de almoço e saem às 18h. Ano passado recolheram uns 3kg de ouro entre brincos e correntes”, afirma o empresário Gerson Hideo.
Aproveitando o empenho de alguns praticantes da atividade, uma empresa resolveu promover uma competição onde vence quem detecta e recolhe mais objetos. “Quem recolher mais lixo vai ganhar os prêmios, que seriam três detectores de metal”, diz Hideo.
O grupo seguirá na semana que vem até as praias de Santa Catarina, onde seguirão procurando novos tesouros e quem sabe até mesmo ficar rico com a paixão pela prática. “Como o tempo está fraco, alguns dizem 'poxa, não fiz nada esse mês, mas tirei R$ 4 mil’, então é um esporte divertido e bem lucrativo", conclui o empresário Wanderley Carvalho Rosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário