segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Jogador erra 'mortal' em comemoração e morre.

Jogador erra salto ao comemorar
gol e morre com lesão na medula

Peter Biaksangzuala, de 23 anos, não resiste depois de cinco dias internado no CTI. Jogador tinha caído de cabeça no chão durante partida de liga regional da Índia


Por  
Mizoram, Índia


Ganhando holofotes no mundo com sua nova Super League, o futebol indiano viveu uma grande tragédia no último domingo. O jovem Peter Biaksangzuala, de 23 anos, morreu após cinco dias de internação no hospital Aizawl, onde chegou depois de errar um salto quando comemorava um gol pelo Bethlehem Vengthlang diante do Chanmari West, por uma liga regional da província de Mizoram, na Índia.

Frame Peter India (Foto: Reprodução/Youtube) 
Companheiros tentam ajudar Peter logo após queda (Foto: Reprodução/Youtube)
 

Em duelo realizado na última terça-feira, Peter foi o responsável pelo gol de empate em 1 a 1, aos 16 minutos do segundo tempo. Depois de aproveitar um rebote do goleiro, o meia saiu para comemorar com uma sequência de saltos mortais. Após dar o primeiro giro, o jogador emendou o segundo, mas caiu de mau jeito, com o pescoço virado, e apagou imediatamente.
Os companheiros perceberam que o jogador havia se machucado e imediatamente correram para tentar ajudar. Peter foi levado para o hospital Aizawl, onde realizou um exame que identificou uma lesão grave na medula. Depois de cinco dias internado no CTI, o jogador morreu na manhã do último domingo.

Peter India (Foto: Reprodução/Facebook) 
Velório de Peter na sede do clube (Foto: Reprodução/Facebook)
 

O corpo do jogador foi velado na sede do Bethlehem, antes de rumar para sua cidade natal, Khawzwl. A Federação de Futebol de Mizoram afirmou em comunicado oficial que a camisa de número 21, usada pelo jogador, será aposentada pelo clube. A nota afirma ainda que as córneas do jogador foram doadas. Durante o duelo da Super League entre Northeast United e Goa FC, time de Zico, Robert Pirès e André Santos, no último domingo, foi respeitado um minuto de silêncio.
- Seu interesse no futebol era tão inacreditável que permitiu que ele seguisse a carreira no esporte que ele dizia amar. Eu achava que ele tinha um trabalho bom, e através do futebol ele acalmava o coração de pessoas preocupadas. Ele manteve a disciplina e ficou longe de maus hábitos, virando um bom exemplo de esportista - disse o pai do jogador, Vanlalchhuana.

Peter India (Foto: Reprodução/Facebook) 
Placa informa sobre enterro de Peter (Foto: Reprodução/Facebook)

Nenhum comentário:

Postar um comentário