quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Fotos do polêmico filme pedófilo de Xuxa continuam na web.

Xuxa perde recurso no STF e Google manterá suas fotos relacionadas à filme polêmico

 

Xuxa perde recurso no STF e Google manterá suas fotos relacionadas à filme polêmico


A apresentadora Maria da Graça Meneghel, conhecida como Xuxa, entrou com um recurso para que o Google não mostrasse em seu buscador resultados com a sua imagem associada à pesquisa de pedofilia, mas perdeu o caso.
A maioria das imagens geradas é ligada ao filme Amor Estranho Amor, de Walter Khouri e que estreou em 1982, com Xuxa interpretando uma prostituta que se relaciona com um jovem garoto. 
A apresentadora já havia ganhado na justiça o direito de proibir a exibição do filme, e desde 2010 se arrastava sua batalha contra o Google, exigindo que suas imagens nua fossem retiradas desse tipo de busca. O caso recebeu uma decisão favorável na 1ª Vara Cível da Barra da Tijuca, alegando que as imagens de fato causavam danos à ela, mas ao chegar no Superior Tribunal de Justiça, a decisão foi a favor do Google, que não seria culpado das fotos geradas pelo buscador. 
A última instância do caso foi o recurso aberto este ano, negado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, que acatou a decisão do STJ.

Nenhum comentário:

Postar um comentário