terça-feira, 7 de outubro de 2014

Espanha tem 1º caso de ebola fora da África.

UE pede explicações à Espanha por 1º contágio do ebola fora da África

Auxiliar de enfermagem que atendeu infectados pegou o vírus em Madri.
País deve apresentar primeiros dados nesta quarta.

 
Da France Presse
 
 
A Comissão Europeia pediu ao governo da Espanha explicações sobre as falhas do sistema de saúde que provocaram o contágio de ebola de uma auxiliar de enfermagem em um hospital de Madri.
"A Comissão Europeia enviou na segunda-feira uma mensagem ao ministério da Saúde espanhol para que esclareça as razões que tornaram possível este primeiro caso de contágio fora da África", afirmou o porta-voz da Comissão, Frederic Vincent.
A auxiliar de enfermagem contraiu a doença no hospital de Madri em que integrou a equipe que atendeu os dois missionários que morreram vítimas do ebola depois que foram repatriados da África.
"Aconteceu, evidentemente, um problema em algum momento", disse Vincent.
Há vários meses os Estados membros fazem um acompanhamento e coordenam os procedimentos nacionais a nível europeu para evitar a entrada do vírus no continente.
"Apesar do caso, não há inquietação na Comissão. A propagação do vírus na Europa continua sendo uma hipótese altamente improvável", afirmou Vincent.
A Comissão espera que a Espanha apresente na quarta-feira ao Comitê de Segurança Sanitária os primeiros elementos da resposta. Esta instância comunitária de coordenação e troca de informações se reúne todas as semanas para debater o ebola.
"Quando a falha for identificada, servirá de exemplo aos outros países, mas pode levar tempo. As autoridades espanholas ainda tentam compreender", explicou Vincent.

Nenhum comentário:

Postar um comentário