quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Cadeia é fechada e deve dar lugar à delegacia em Santo Antônio do Monte, MG.

Cadeia é fechada e deve dar lugar à delegacia em Santo Antônio do Monte

Local preocupava moradores e autoridades pela falta de estrutura.
Presos foram transferidos para Arcos e Pará de Minas.

 
Anna Lúcia Silva  
Do G1
 
Polícia denúncia precariedade de cadeia emSanto Antônio do Monte (Foto: Polícia Militar/Divulgação) 
Polícia Militar denunciou várias vezes a precariedade da cadeia do município 
(Foto: Polícia Militar/Divulgação)
 
 
Depois de anos de problemas causados pela falta de estrutura e superlotação, a cadeia pública de Santo Antônio do Monte foi desativada. Uma reivindicação antiga dos moradores e da Polícia Militar (PM) do município. A previsão, segundo o Executivo, é de que o prédio onde funcionava a cadeia se torne a nova sede da delegacia de Polícia Civil, que hoje funciona em um local alugado.
A última transferência ocorreu na semana passada, quando 14 presos foram levados para a cadeia de Arcos, enquanto 15 foram encaminhados para a Penitenciária Pio Canedo, na cidade de Pará de Minas, e outros quatro foram liberados para cumprir prisão domiciliar.
Segundo informações do delegado da Polícia Civil, Lucélio Silva, com o fechamento da cadeia em Santo Antônio do Monte, os infratores presos a partir de agora serão levados para o Presídio Pio Canedo, que fica a cerca de 130 quilômetros da cidade. "Estamos estudando outras negociações com instituições mais próximas. De qualquer maneira já está melhor que antes, pois a cadeia não tinha estrutura para receber presos. No início deste ano o local chegou a abrigar 60 presos, enquanto a capacidade era para 25", afirmou.
A Polícia Militar avalia a medida positivamente, já que os dois profissionais que trabalhavam na segurança do local voltaram às ruas. "Esse fechamento significa mais dois policiais na rua e mais uma viatura rodando para dar suporte na segurança preventiva da cidade. Com isso os militares ganham e a população principalmente", disse o soldado Fernando Santos.


Situação precária

Algumas cadeias situadas na região Centro-Oeste têm apresentado estruturas precárias, antigas e algumas estão instaladas dentro da cidade, causando insegurança à população e aos agentes. Uma das cadeias era a de Santo Antônio do Monte. Desde novembro de 2013, autoridades do município pediam que a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) assumisse a custódia dos presos.
As cadeias das cidades de Carmo do Cajuru, Cláudio e de Oliveira também passam pela mesma situação. Segundo a assessoria da Seds, não é possível informar quais as cadeias que podem ser assumidas pela pasta e nem a data para a execução da tarefa. A assessoria informou ainda que o objetivo é que todas as cadeias que estejam sob o comando da Polícia Civil sejam assumidas até o final de 2014. Atualmente mais de 92% dos presos mineiros estão nas unidades administradas pela Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) e na Associação de Proteção e Amparo aos Condenados (Apac).

Cadeia de Santo Antônio do Monte não tem segurança, diz PM (Foto: Polícia Militar/Divulgação) 
Cadeia de Santo Antônio do Monte (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Nenhum comentário:

Postar um comentário