quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Professora e aluno são flagrados trocando agressões em escola.

Professora e aluno são flagrados trocando agressões em escola

Professora registrou boletim de ocorrência afirmando ter sido agredida.
Versão contada pelo estudante foi confirmada por câmeras do colégio.

 
Orion Pires  
Do G1 
 
Professora trocou agressões com aluno em Santos (Foto: Arquivo Pessoal)Olho da professora ficou machucado durante briga (Foto: Arquivo Pessoal)

Uma professora de Santos, no litoral de São Paulo, foi flagrada por câmeras de monitoramento da Escola Estadual Zulmira Campos dando um tapa no rosto de um aluno de 13 anos. Em seguida, o menino revidou com um soco. O caso está sendo investigado pela Delegacia da Infância e Juventude (Diju).
As agressões aconteceram na última sexta-feira (19), quando o garoto tentava descer da sala para o pátio do colégio e foi impedido pela docente. Em um primeiro momento, a mulher registrou um boletim de ocorrência e contou à Polícia apenas que havia sido agredida pelo aluno. Porém, após ouvir a versão do estudante e solicitar as imagens das câmeras de monitoramento, o Conselho Tutelar descobriu que a professora também havia agredido a criança.
Um dos responsáveis pela investigação do caso, o conselheiro tutelar João Neri conversou com o G1 e afirmou que a professora escondeu partes da história. "Eu tenho muito respeito pela professora, mas neste caso precisamos ouvir todos os lados. Ela disse que foi agredida, mas os colegas de escola disseram que ambos trocaram xingamentos, até o menino levar um tapa no rosto e revidar com um soco no olho dela. O aluno já tinha me falado que havia xingado a professora e, nas imagens, foi possível confirmar", explica.

Conselheiro está prestando apoio à família do garoto (Foto: Orion Pires / G1)Conselheiro está prestando apoio à família do
garoto (Foto: Orion Pires / G1)
 
O conselheiro que teve acesso às imagens já pediu que o material fosse encaminhado ao Ministério Público para averiguação dos fatos. O G1 tentou entrar em contato com a professora da Escola Estadual Zulmira Campos mas não houve retorno.
Em nota, a Diretoria Regional de Ensino de Santos informa que uma equipe de supervisores foi designada a apurar as responsabilidades em relação ao ocorrido e acompanha a situação na Escola Estadual Zulmira Santos desde a última sexta-feira (19). A averiguação pode resultar no afastamento da professora envolvida. O estudante está suspenso e o Conselho de Escola se reunirá para definir a possibilidade de transferência para outra unidade de ensino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário