domingo, 14 de setembro de 2014

Presa após atacar a mãe debocha ao saber número de facadas: 'Só nove?'

Presa após atacar a mãe debocha ao saber número de facadas: 'Só nove?'

Jovem confessou crime e fala naturalmente, de acordo com delegada.
Familiares pediram prisão da agressora e temem reação da suspeita.

 
Jéssica Bitencourt  
Do G1 
 
Faca usada na ação foi encontrada na casa onde moram mãe e filha (Foto: Jéssica Bitencourt / G1) 
Faca usada na ação foi encontrada na casa onde moram mãe e filha 
(Foto: Jéssica Bitencourt / G1)


A jovem de 18 anos, suspeita de esfaquear a própria mãe em Santos, no litoral de São Paulo, foi detida na tarde deste sábado (13). Ela foi encontrada na casa do pai, no bairro Jardim Santa Maria, e confessou o crime para a Polícia Militar. Na delegacia, a suspeita chegou a debochar quando ficou sabendo o número de golpes que desferiu contra a mãe.
A tentativa de homicídio ocorreu por volta das 4h40, na residência onde moram mãe e filha, no bairro Rádio Clube. A mãe, uma mulher de 39 anos, recebeu atendimento no Pronto Socorro da Zona Noroeste, e no local, contou aos policiais sua versão do crime. Segundo a vítima, a filha começou a dar as facadas quando ela estava dormindo, acertando-a no rosto, no ombro e nas mãos.
Por meio de informações de familiares, a suspeita foi encontrada na casa do pai e conduzida até o 3º DP da cidade. Na delegacia, ela demonstrou frieza em relação às agressões contra a mãe e contou sua versão ao ser interrogada pela delegada Cláudia de Santana Barazal. "Ela fala naturalmente. Disse que chegou de um velório e começou uma discussão com a mãe, que teria arremessado algum objeto contra ela e a filha. Ela revidou, falou que se a mãe 'viesse para cima' ela também iria, e se armou com uma faca. Quando a mãe tentou tirar a faca da mão dela, começaram os golpes", explica a delegada. A ação foi impedida por vizinhos, que desarmaram a jovem e esconderam a faca. Depois que ela fugiu, um deles trouxe o objeto de volta para a casa, embrulhado em uma sacola.
A suspeita tem dois filhos. De acordo com Barazal, em seu depoimento, a jovem acusou a mãe de tê-la obrigado a tirar uma das crianças quando estava grávida. A delegada relata que a presa confessou o crime e debochou ao saber o número exato de golpes. "Ela afirma que deu as facadas na mãe, só não sabia o número. Quando eu perguntei 'E para revidar, você deu nove facadas na sua mãe?', ela respondeu 'Foram nove?' em tom de deboche", relata.

Pronto Socorro da Zona Noroeste, em Santos, SP (Foto: Reprodução / TV Tribuna) Mãe de jovem foi atendida no Pronto Socorro
da Zona Noroeste (Foto: Reprodução / TV Tribuna)
 
A mãe da agressora ainda não deu o seu depoimento à delegada. Ela foi medicada e liberada, mas está sedada e sente dores. Após a prisão da jovem, Barazal solicitou que a equipe de perícia fosse ao local do crime, onde foi apreendida a faca usada na ação.
Para a delegada, a suspeita não aparenta ser usuária de drogas. "Mas, ela não é uma pessoa normal. Eu quero crer que não é", observa a delegada. Ela afirma que a família pediu a prisão da garota. "Eu conversei com o tio dela por telefone. Ele estava preocupado, e perguntou se ela realmente ia ficar presa", comenta. A suspeita chegou a fazer ameaças a outros familiares.
A jovem está presa no 3º Distrito Policial da cidade, mas será transferida para a Cadeia Feminina de São Vicente, pois a de Santos está em reforma. O caso deverá ser investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher.

Ocorrência foi apresentada no 3º DP de Santos (Foto: Jéssica Bitencourt / G1) 
Caso foi registrado no 3º Distrito Policial de Santos, no litoral de São Paulo  
(Foto: Jéssica Bitencourt / G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário