quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Estado Islâmico provoca os EUA em novo vídeo e diz esperar suas tropas no Iraque.

Em novo vídeo, Estado Islâmico diz esperar tropa dos EUA no Iraque

Antes, general dos EUA disse que poderia recomendar envio de tropas.
Obama volta a dizer que nenhum soldado dos EUA irá combater no Iraque.

 
Da AP
 
Vídeo de 52 segundos mostra militantes do Estado Islâmico explodindo tanques, soldados americanos feridos e imagem de Barack Obama (Foto: Reprodução/YouTube/) 
Vídeo de 52 segundos mostra militantes do Estado Islâmico explodindo tanques, soldados americanos feridos e imagem de Barack Obama (Foto: Reprodução/YouTube/)
 
 
O grupo Estado Islâmico divulgou um novo vídeo na internet em que alerta os Estados Unidos de que seus combatentes os estão esperando no Iraque se o presidente Barack Obama decidir enviar tropas para o país (veja o vídeo).
O vídeo de 52 segundos, intitulado “Chamas de Guerra” mostra militantes explodindo tanques, além de imagens de soldados norte-americanos feridos. Depois, mostra Obama dizendo que não enviará tropas para o Iraque e um texto em que se lê “a luta apenas começou”.
O vídeo foi divulgado na noite desta terça (16) e por isso sugere que é uma resposta ao general norte-americano Martin Dempsey, que afirmou em comitê do Senado dos EUA que se a atual estratégia do Iraque não alcançar os objetivos esperados, ele recomendaria ao presidente o uso de tropas americanas em território.

Nesta quarta, Obama voltou a afirmar que nenhum soldado dos EUA irá combater no Iraque. "Eu quero ser claro. As forças americanas que foram enviadas ao Iraque não terão uma missão de combate", disse Obama durante pronunciamento na Base Aérea MacDill, em Tampa.
O grupo, cuja estratégia é aterrorizar oponentes em suas casas e recrutar militantes no exterior, divulgou em menos de um mês três vídeos mostrando a decapitação de dois jornalistas norte-americanos e um agente humanitário britânico.

O Estado Islâmico defende o mesmo tipo de ideologia jihadista da Al-Qaeda e anunciou ter instaurado um Estado Islâmico em uma região situada entre a Síria e o Iraque.

Nenhum comentário:

Postar um comentário