quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Em meio a adequações em aeroporto, Azul anuncia voos em Divinópolis, MG.

Em meio a adequações em aeroporto, Azul anuncia voos em Divinópolis

Cidade passa a contar com pousos e decolagens a partir de dezembro.
Inicialmente será oferecido um voo por dia, com destino a Campinas.

 
Do G1 
 
Helicóptero abasteceu no aeroporto Brigadeiro Cabral em Divinópolis (Foto: Anna Lúcia Silva/G1)Pista do Aeroporto Brigadeiro Cabral
(Foto: Anna Lúcia Silva/G1)
 
O aeroporto Brigadeiro Cabral, em Divinópolis, passará a ter a partir de dezembro voos da companhia aérea Azul com destino ao aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). O anúncio foi feito nesta quinta-feira (4), em meio às adequações que são realizadas no aeroporto, seguindo as exigências da linha.
Entre as modificações, estão adequações físicas, treinamento de profissionais, bem como cumprimento de protocolos. Segundo a Azul, a estrutura do aeroporto era ideal para receber uma aeronave do tipo ATR 42, mas a partir de dezembro os voos serão realizados por uma aeronave maior, um turboélice ATR 72, com capacidade para 70 pessoas, exigindo espaço maior a fim de garantir pousos e decolagens seguros.


Operação

Inicialmente, a Azul vai realizar um embarque diário com chegada por volta de 13h15 e saída as 15h15. A expectativa do Executivo, entretanto, é de que novas rotas sejam implantadas de acordo com a demanda da cidade.
Segundo a companhia aérea Azul, um pedido de autorização já foi encaminhado para a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para o início das operações.


Negociações

No dia 22 de abril deste ano, técnicos da Azul Linhas Aéreas estiveram em Divinópolis para uma reunião sobre estudos de viabilidade de implantação de voos comerciais no Aeroporto Brigadeiro Cabra. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico do município, Paulo César Santos, na ocasião a empresa já manifestava interesse na implantação dos voos comerciais. A ação faz parte do programa de aviação regional lançado em 2012 pelo Governo Federal.
Ainda de acordo com o secretário, foram apontadas algumas adequações a serem feitas no local, como a parte de prevenção contra incêndios. Ainda segundo ele, as condições da pista de pouso e decolagem são boas, mas foi identificada a necessidade de implantação de um sistema de rádio comunicador. Entre outros apontamentos está a instalação de detector de metais. "Antes mesmo do documento de formalização, já começaremos a fazer as modificações nas áreas de embarque, onde não há comunicação entre uma pista e outra", contou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário