quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Elefante mata fundador de ONG que cuida de animais retirados de circo.

Elefante mata fundador de ONG que cuida de animais retirados de circo

James Laurita, de 56 anos, foi pisoteado por dos elefantes da fundação.
Polícia de Portland, nos EUA, diz que foi um acidente.

 
Da Associated Press
 
James Laurita tinha 56 anos e todos os dias dava comida para os elefantes (Foto: Robert F. Bukaty/AP) 
James Laurita tinha 56 anos e todos os dias dava comida para os elefantes 
(Foto: Robert F. Bukaty/AP)
 
 
Um veterinário e fundador da Hope Elephants, uma ONG que cuida de elefantes que trabalhavam em circos, morreu nesta terça-feira (9) ao ser pisoteado por um dos animais na sede da fundação, na região de Portland, nos Estados Unidos. James Laurita, de 56 anos, teria caído diante de um dos animais quando foi atingido por uma das patas do elefante. Segundo a polícia, teria sido um acidente.
"O elefante não era agressivo. Obviamente que foi um acidente", disse Mark Belserene, da polícia científica de Portland. Segundo o legista, a causa oficial da morte foi "asfixia e múltiplas fraturas causadas por compressão torácica".
Laurita cuidava diariamente de dos dois elefantes que mantinham na ONG, Rosie e Opala. O veterinário fundou a Hope Elephants em 2011 ao lado do irmão. Ele tinha trabalhado com Opala e Rosie décadas atrás, quando cuidava dos elefantes do circo Carson & Barnes.
Em nota, a ONG Hope Elephants disse estar "profundamente entristecida" pela perda de seu fundador. "A paixão de Jim para todos os animais, mas sobretudo por elefantes, não tinha limites", disse o comunicado. "Laurita transmitiu a sua paixão e a importância da conservação da vida selvagem."

Nenhum comentário:

Postar um comentário