domingo, 14 de setembro de 2014

Caravana 'Vidas Áridas' começa a avaliar os impactos no Rio São Francisco.

'Vidas Áridas' inicia caravana para avaliar os impactos no São Francisco

Movimento percorrerá 10 cidades banhadas pelo Rio São Francisco.
Cidade de Três Marias será a primeira a receber o projeto.

 
Do G1
 
Carcaças encontradas na estrada conhecida como Passagem do Bernardo, em Pai Pedroa (Foto: Adriana Lisboa / G1) 
Carcaças encontradas na estrada conhecida como Passagem do Bernardo, em Pai Pedro 
(Foto: Adriana Lisboa / G1)
 
 
O movimento "Vidas Áridas" inicia nesta segunda-feira (15) uma caravana por algumas cidades norte-mineiras banhadas pelo Rio São Francisco:Três Marias, Pirapora, Ibiaí, São Romão, São Francisco, Pedras de Maria da Cruz, Januária, Itacarambi, Matias Cardoso e Manga.

Esboçado no ano de 2012, um dos idealizadores do projeto, Geraldo Humberto, conta que a nova expedição do "Vidas Áridas" tem como objetivo repensar as ações que aceleram o agravam a estiagem do Rio São Francisco.

"O foco do nosso trabalho é criar um documentário que mostre a realidade da degradação e a situação do assoreamento. Além disso, pretendemos mostrar os impactos do desmatamento, a qualidade da água, a navegabilidade, e a fator social, que são as pessoas que dependem diretamente do rio", comenta Humberto.

Nas cidades visitadas pela caravana serão promovidas palestras, encontros, bate-papos e informações sobre o uso racional dos recursos naturais. Três Marias será o primeiro município a receber as ações do "Vidas Áridas".

Nenhum comentário:

Postar um comentário