quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Boneco é colocado em trampolim sobre rio poluído de SP.

'Homem em trampolim' é atração em intervenção artística no Rio Pinheiros

Obra foi colocada pelo artista Eduardo Srur na Ponte Cidade Universitária.
Exposição quer chamar atenção para problema de poluição nos rios.

 
Do G1 
 
Intervenção "As Margens do Rio Pinheiros", de Eduardo Srur, na Ponte Cidade Universitária, na região oeste de São Paulo. A obra visa promover a conscientização das pessoas e chamar a atenção da sociedade para a necessidade de recuperação do rio Pinheiros (Foto: Kevin David/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo) 
Intervenção de Srur na Ponte Cidade Universitária. 
(Foto: Kevin David/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo)
O Rio Pinheiros, um dos mais poluídos do país, será alvo de uma série de intervenções artísticas que serão apresentadas oficialmente na próxima sexta-feira (19) em São Paulo. Resultado do trabalho do artista plástico Eduardo Srur, as peças irão ocupar margens, córregos e pontes para denunciar a degradação do espaço.
A montagem da intervenção batizada de "“As Margens do Rio Pinheiros” começou na madrugada desta quarta-feira (17). A Ponte Cidade Universitária recebeu o manequim realista de um homem vestido apenas com uma regata e roupa íntima que, em um trampolim, parece se preparar para pular no Rio Pinheiros.
De acordo com Srur, entre a noite desta quarta e a madrugada de quinta-feira (18), outras três pontes da Marginal Pinheiros receberão intervenções parecidas. Também em trampolins, mais três personagens representando a população paulistana serão colocados nas pontes Cidade Jardim, Eusébio Matoso e Morumbi.
A ideia da obra, segundo o artista, é chamar a atenção para o problema da poluição nos rios que cortam a capital paulista. "A intervenção mostra o cidadão paulistano observando a sujeira e inutilidade que infelizmente tomaram conta do nossos rios metropolitanos", disse.
A "exposição maluca", como classificou o próprio Srur, "começará de um jeito, mas sofrerá diversas mudanças, que devem durar até novembro", contou. As intervenções são um projeto incentivado pela Secretaria de Cultura do Estado, com apoio da Lei de Incentivo à Cultura.


Série de intervenções

O tema poluição já foi retratado em outras intervenções do artista. Em 2006, caiaques tripulados por manequins foram colocados nas águas do mesmo Rio Pinheiros. Já em 2008, 20 esculturas infláveis gigantes, em forma de garrafas PET, foram depositadas no Rio Tietê.
Além destas, o artista também foi responsável por colocar uma carruagem imperial na Ponte Estaiada em 2012. Na ocasião, afirmou que era uma forma de protesto contra o grandes congestionamentos de São Paulo.

Intervenção 'As Margens do Rio Pinheiros', de Eduardo Srur, na Ponte Cidade Universitária, na região oeste de São Paulo. A obra visa promover a conscientização das pessoas e chamar a atenção da sociedade para a necessidade de recuperação do rio Pinheiros (Foto: Kevin David/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo) 
Trampolim foi colocado na lateral da ponte.
 (Foto: Kevin David/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário