quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Mudanças climáticas arrasam colheita de avelã e ameaçam produção de Nutella.

Mudanças climáticas arrasam colheita de avelã e ameaçam produção de Nutella

 
Foto: The smart kitchen blog



Se você se preocupa com o meio ambiente, agora tem mais uma razão para isso: o mau tempo na Turquia provocou uma escassez de avelãs, matéria-prima da Nutella. O país asiático é responsável por 70% da produção mundial e prevê uma queda de 30% na produção de avelãs em 2014. Ou seja, há expectativa de diminuição de 20% na oferta de avelãs no planeta, segundo a revista Exame.

Como resultado, o preço da fruta subiu 60% no mercado internacional. Um dos maiores prejudicados é o grupo Ferrero, produtor da Nutella. A empresa italiana é responsável pela compra de 25% de todas as avelãs produzidas a cada ano. Para produzir um pote de 365 gramas de creme Nutella, são necessárias 50 avelãs e a Ferrero depende da produção turca para fabricar o seu produto mais bem-sucedido.
A Ferrero tentou se proteger contra a alta dos preços comprando a Oltan Group, uma das principais produtoras turcas de avelã. No entanto, outros ingredientes da Nutella subiram de preço. O cacau teve alta de 40% desde 2013, já o azeite de dendê, 20% da composição da Nutella, também  foi afetado por problemas climáticos. A Ferrero não ajustou os preços, mas tudo indica que o preço do creme de avelã vai ficar mais caro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário