quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Legista chega a local do crime e descobre morte do pai.

Médico legista descobre morte do pai ao chegar no local do crime

Isael Alves Pereira, 69 anos, foi morto a tiros na Zona Leste de Teresina.
O veículo foi abordado por um homem que estava em uma motocicleta.

 
Do G1
 
Empresário estava no banco do carona do carro que era conduzido pelo filho (Foto: Juliana Barros/G1) 
Empresário estava no banco do carona que era conduzido por um irmão do legista 
(Foto: Juliana Barros/G1)


Filho do empresário é o médico legista que atendeu o caso (Foto: Juliana Barros/G1) Filho do empresário é o médico legista que
atendeu o caso (Foto: Juliana Barros/G1)

O empresário Isael Alves Pereira, 69 anos, foi morto a tiros por volta das 8h30 desta quinta-feira (7) na Rua Arêa Leão, bairro São Cristovão, Zona Leste de Teresina. Segundo a polícia, a vítima foi assassinada dentro do carro na presença do filho, que dirigia o veículo. Ao chegar no local do crime, o médico legista Igor Calegari, que estava de plantão no Instituto Médico Legal (IML) e foi chamado para atender a ocorrência, descobriu que a vítima era o seu pai. Emocionado, Igor não quis falar com a imprensa.

Policiais do 5º Batalhão da Polícia Militar estiveram no local do crime e a Delegacia de Homicídios também foi acionada. Familiares do empresário estavam bastante abalados. Conforme a polícia, o veículo era conduzido por um irmão do legista que ficou em estado de choque.


Filho do empresário que dirigia o carro (Foto: João Neto/ TV Clube)Irmão do médico era quem dirigia o carro
(Foto: João Neto/ TV Clube)


“A vítima estava no banco do carona. Eles haviam saído de casa para ir a uma clínica. A informação que temos é que quando o veículo parou no semáforo uma moto passou ao lado e o piloto efetuou os disparos contra o empresário. Estamos investigando se esta moto já vinha seguindo eles. O filho ainda está muito abalado e não conseguimos apurar muita coisa, mas ele falou que não foi dada voz de assalto”, disse o delegado Higgo Martins.




Imagens de câmeras de segurança mostram moto
se aproximando do carro  (Foto: Reprodução)
Imagens de câmeras de segurança mostram moto se aproximando do carro da vítima (Foto: Reprodução) Logo após o crime, a polícia saiu em busca de imagens das câmeras de vigilância de alguns estabelecimentos localizados próximo a rua onde o empresário foi assassinado. "Já vimos as imagens e os disparos foram efetuados por um homem que estava em uma moto. Foram de dois a três tiros", relatou o major Raimundo Junior.
Um amigo da vítima que esteve no local informou que o empresário foi por muito anos diretor de uma empresa em Teresina e tinha uma distribuidora de bebidas no Amapá. A vítima também era proprietária de uma distribuidora de gás de cozinha na capital.
A polícia ainda não sabe qual teria sido a motivação para o crime que será investigado pela Delegacia de Homicídios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário