sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Carro é roubado no Rio com criança dormindo no banco de trás.

Carro é roubado no Rio com criança dormindo no banco de trás

Assaltantes não perceberam a presença da menina no veículo, diz UPP.
Pai foi vítima de sequestro relâmpago e reencontrou a filha na delegacia.

 
Daniel Silveira  
Do G1 

 
A mãe do bebê que foi levado conversa com policiais na porta da delegacia (Foto: Daniel Silveira/G1) 
Bebê que foi levado é entregue para amãe por policiais na porta da delegacia 
(Foto: Daniel Silveira/G1)
 
 
Um funcionário público viveu momentos de terror na noite desta quinta-feira (21) ao ser vítima de um sequestro relâmpago e ver a filha de 2 anos ser levada pelos criminosos na Zona Norte do Rio. De acordo com assessoria de imprensa das UPPs, os assaltantes não perceberam que havia uma criança dormindo no banco de trás do veículo, que foi abandonado com a menina na Praça do Caju.
Segundo policiais da UPP Caju, o pai contou que saiu de casa com a filha, em Bonsucesso, para buscar a mulher na Estação Del Castilho do metrô. No trajeto, ele foi interceptado por homens armandos na Linha Amarela, próximo ao entroncamento com a Linha Vermelha. Os assaltantes o obrigaram a entrar no carro deles, enquanto um dos criminosos fugiu com o veículo da vítima, um C4 preto, sem notar a presença da criança no banco de trás.
Os policiais acreditam que ao perceber a presença da menina no veículo o criminoso se comunicou com os outros contando o ocorrido. O bando, então, teria decidido abortar o sequestro relâmpago.
O pai, segundo os policiais que acompanharam a ocorrência, contou que foi ameaçado pelos bandidos, que lhe exigiam dinheiro e sugeriam que iriam levá-lo para fazer saques. Depois de lhe roubarem o celular, a carteira e outros objetos pessoais, os assaltantes o abandonaram na Avenida Brasil. Ele seguiu a pé até uma delegacia na Ilha do Governador para prestar queixa do roubo e sequestro da filha.


Assaltante recorreu a mototaxista

Ainda segundo os PMs da UPP Caju, que não quiseram ter o nome citado na reportagem, o assaltante que estava com o carro e a filha da vítima estacionou o veículo na Praça do Caju. Lá, recorreu a um mototaxista para levá-lo até a Avenida Brasil. “Quando o bandido chegou onde queria, entregou a chave do carro para o mototaxista e contou que havia uma criança lá dentro”, contou o policial.
O mototaxista acionou a PM. Ao abrirem o veículo, encontraram a menina chorando. O DVD do carro estava ligado com um desenho animado sendo executado.
Ao chegar na delegacia da Ilha, o pai foi informado que a filha já havia sido localizada e estava bem. Ele foi levado para a 17ª DP (São Cristóvão), onde se encontrou com a filha e a mulher. O casal não quis prestar declarações à imprensa.

Até o fim da noite nenhum dos suspeitos havia sido localizado. A perícia buscou identificar impressões digitais no veículo que ajudem a identificar os criminosos.


Carro onde bebê foi levado passa por perícia (Foto: Daniel Silveira/G1) 
Carro onde bebê foi periciado na porta da 17ª DP (Foto: Daniel Silveira/G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário