sábado, 30 de agosto de 2014

Avião de pequeno porte cai sobre casa em Curitiba e mata 2.

Avião cai e atinge casa em bairro de Curitiba, dizem bombeiros

Acidente aconteceu por volta das 13h30 deste sábado (30), no Bacacheri.
Informação dos bombeiros é de que duas pessoas morreram na queda.

 
Adriana Justi, Luciane Cordeiro e Thais Kaniak  
Do G1
 
Avião cai em cima casa em bairro de Curitiba, dizem bombeiros  (Foto: Thais Kaniak / G1 ) 
Avião cai em cima casa em bairro de Curitiba, dizem bombeiros 
(Foto: Thais Kaniak / G1 )


Um avião monomotor modelo Cessna 177 caiu e atingiu uma casa na Rua Nicarágua, em Curitiba, nas proximidades do Aeroporto do Bacacheri por volta das 13h30 deste sábado (30), segundo o Corpo de Bombeiros. A aeronave tinha acabado de decolar do aeroporto e seguia para Londrina, no norte do estado, segundo a Infraero. Após a queda, o avião explodiu.
O G1 publicou que três pessoas tinham morrido. A informação sobre a terceira morte foi passada pela assessoria de imprensa do Hospital Evangélico de Curitiba, que corrigiu a informação às 15h30.
Pelo menos quatro pessoas estavam a bordo – duas morreram na hora. Segundo os bombeiros, o piloto e o copiloto do avião morreram.
O Hospital Evangélico, para onde foi levado um dos ocupantes da aeronave, chegou a confirmar que ele havia morrido no hospital. Porém, depois, informou que a vítima foi reanimada e estava no centro cirúrgico. Este ocupante é sobrinho do deputado estadual Luiz Claudio Romanelli (PMDB), que confirmou ao G1 se tratar do sobrinho mais velho dele, de 51 anos de idade. De acordo com o deputado, a família também chegou a ser informada sobre a morte de Sílvio Roberto Romanelli.
O outro ocupante da aeronave ficou ferido e foi encaminhado para o Hospital do Trabalhador. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), responsável pelo hospital, o homem está em estado grave. Ele está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com múltiplas faturas na face, no quadril, na coluna e no tórax.

Elisabete do Rosário disse que estava nos fundos da casa quando ouviu o barulho da queda do avião (Foto: Thais Kaniak/ G1 Paraná)Elisabete do Rosário disse que estava nos fundos
da casa quando ouviu o barulho da queda do avião (Foto: Thais Kaniak/ G1 Paraná)
 
Na casa estavam duas mulheres e uma criança. Elas não se feriram.
"Acredito que ele tentou levantar, mas não deu certo. Ele bateu no poste e, acho que foi por isso que ele não entrou dentro de casa, não quebrou a parede. Logo depois ouvimos a explosão. Estávamos na cozinha e ouvimos o barulho. Pensei que tivesse sido um acidente com um carro, mas na hora que cheguei na sala vi uma parte da asa e só pensei em pegar a minha mãe e a minha filha para sairmos de casa. A hora que pegou fogo já tínhamos saído", disse uma das moradoras da casa Elisabete Pascoal do Rosário.
Em entrevista ao G1 por telefone, o dono da aeronave, Marcelo Montezuma, afirmou que o avião já tinha feito duas viagens neste sábado. Pela manhã, ele, a esposa e filha decolaram de Londrina para Maringá, que também fica no norte do Paraná, para participar de uma feira de aviação. Na feira, o piloto e o sobrinho do deputado emprestaram o monomotor. “O piloto e o Silvio pediram a aeronave porque precisavam levar dois atletas para um campeonato de sinuca em Curitiba. Assim que deixassem os atletas, retornariam para Londrina com outras duas pessoas”, disse Montezuma.
O proprietário da aeronave ainda afirmou que o piloto era um profissional experiente com muitas horas de voo, e que o avião tinha passado por manutenção há pouco mais de 20 dias. “O avião não tinha nenhum problema mecânico ou técnico, estava tudo certo. Inclusive na hora que eles decolaram a condição climática era favorável. Não sei o que pode ter acontecido”, pontua Marcelo Montezuma.

avião cai em curitiba (Foto: Reginaldo Luciano Frez / Arquivo Pessoal) 
Avião em Maringá antes de voar para Curitiba 
(Foto: Reginaldo Luciano Frez / Arquivo Pessoal)
 
 
O comerciante Reginaldo Luciano Frez, de 41 anos, fez a viagem de Maringá a Curitiba no avião, conforme contou ao G1. Ele era amigo do piloto e pegou uma carona no voo, já que precisava ir à capital paranaense para participar de um campeonato de sinuca. “Ele [o piloto] era meu amigo. Como ele estava vindo para Curitiba e sabia que eu viria para cá, perguntou se eu queria vir junto. Foi uma viagem tranquila. O avião decolou normalmente. O pouso foi tranquilo também”, afirmou Frez. Ele não embarcou na aeronave para voltar ao norte do estado porque a carona era apenas para a ida.
O Centro Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos no Paraná vai investigar as causas do acidente.


Avião tinha decolado no aeroporto do Bachacheri (Foto: Rodrigo Pinto/ ÓTV - RPCTV) 
Avião tinha decolado no aeroporto do Bachacheri (Foto: Rodrigo Pinto/ ÓTV - RPCTV)
 
 
Aeronave pegou fogo após cair em cima de casa (Foto: Caroline Mafra/ RPC TV) 
Aeronave pegou fogo após cair em cima de casa (Foto: Caroline Mafra/ RPC TV)

Nenhum comentário:

Postar um comentário