quinta-feira, 3 de julho de 2014

Jogador perde parte de braços e uma perna após ser eletrocutado em MG.

Jogador perde parte de braços e uma perna após ser eletrocutado em MG

Atleta amador de Patrocínio também é eletricitário e prestava serviço.
Sindieletro acompanha o caso; empresa presta assistência à família.

Fernanda Resende G1 

 
Está internado desde o dia 25 de junho no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), o eletricitário e jogador da equipe amadora “América de Patrocínio”, Farley Santos Marques, de 28 anos. Ele foi vítima de um acidente de trabalho na zona rural de Coromandel, segundo informações da direção do Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores na Indústria Energética (Sidieletro). O estado de saúde dele atual, conforme divulgação da assessoria do HC-UFU, é grave, porém estável. O jovem está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Farley é eletricitário da Projetc Construções Elétricas, empreiteira do setor elétrico credenciada pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e estava no local para fazer a conversão de um sistema monofásico para trifásico. A vítima teve que amputar os dois antebraços e parte da perna direita.
Ainda segundo o Sindieletro, como a empreiteira tem mais de uma equipe, Farley ainda não havia estado antes no local e entendeu que a rede já havia sido desligada para o serviço. Quando subiu no poste e tocou no fio levou uma descarga elétrica de 7.967 volts. O jovem ficou pendurado e foi salvo pelos próprios colegas de trabalho.
Ele foi encaminhado ao Pronto Socorro Municipal de Coromandel e transferido em seguida para o Hospital de Clínicas da UFU.
O G1 fez contato com a Projetc Construções Elétricas, que informou por telefone que um Boletim de Ocorrência (BO) do acidente foi feito nesta quinta-feira em Coromandel. Segundo o técnico de segurança da empresa, Julney Aparecido Silva, a empreiteira está prestando todo auxílio a vítima e aos familiares. Ele acrescentou que duas pessoas da família de Farley estão em Uberlândia acompanhando a recuperação do jovem e que foi contratado serviços de assistência social e psicológica para apoiar os envolvidos.
Julney Aparecido ainda garantiu que a empresa está providenciando uma nota sobre o caso para divulgar à imprensa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário