segunda-feira, 7 de julho de 2014

Hospital do Ceará demite enfermeira que fez imagens de Neymar.

Hospital do Ceará demite enfermeira que fez imagens de Neymar

Diretora da unidade em Fortaleza diz que funcionária feriu princípios.
Enfermeira fez imagens do jogador dando entrada no local, na sexta (4).

Diana Vasconcelos Do G1 
 
Imagens feitas com o celular mostram Neymar sendo levado pelos corredores do hospital (Foto: Reprodução) 
Imagens feitas com celular mostram Neymar sendo levado pelos corredores do hospital 
(Foto: Reprodução)


O Hospital São Carlos, em Fortaleza, confirmou na manhã desta segunda-feira (7) a demissão da enfermeira que filmou e divulgou na internet um vídeo do jogador Neymar dando entrada na unidade, na noite de sexta-feira (4). "Nós acreditamos que qualquer pessoa que entra no hospital é um paciente. Independente de ser o Neymar, ele é um paciente. E a gente não pode expô-lo dessa maneira", disse a diretora do hospital, Márcia Real, justificando a demissão da funcionária, desligada na noite de sábado (5).
Usando um telefone celular, a enfermeira fez imagens do atacante da Seleção Brasileira sendo levado em uma maca pelos corredores da unidade, com o rosto coberto por uma toalha. Ao final da filmagem, a mulher comemora fazendo um "V" de vitória com os dedos e sorrindo. Poucos minutos depois, a funcionária teria compartilhado as imagens, por meio do aplicativo para smartphone WhatsApp, com um grupo de amigos que, por sua vez, espalhou o vídeo nas redes sociais.
Fratura

Neymar fraturou a terceira vértebra lombar da coluna durante a partida do Brasil contra a Colômbia na sexta-feira, na Arena Castelão, em Fortaleza. A lesão ocorreu quando o zagueiro colombiano Zuñiga deu uma joelhada nas costas do atacante. O Brasil venceu por 2 a 1, mas Neymar deve ficar de fora do restante da Copa para se recuperar.
Depois do jogo, na noite de sexta-feira, o médico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rodrigo Lasmar, afirmou que Neymar não teria condições de jogar nesta semana.
Zagueiro colombiano Zúñiga deu entrada na coluna
de Neymar e tirou o brasileiro da Copa (Foto: AFP)
Zúñiga deu entrada que tirou Neymar da Copa (Foto: AFP) De acordo com o ortopedista Alexandre Fogaça, do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP), a região lesionada por Neymar, entre os vários tipos de fratura na coluna, é um caso menos grave, por não afetar a região dos nervos e ter um tratamento conservador, ou seja, que não precisa de cirurgia.
"Recomenda-se que o paciente se afaste das atividades físicas e de qualquer esforço e use um colete para imobilizar a região", diz Fogaça. O objetivo da imobilização, segundo o médico, é reduzir a dor. Durante o tratamento, o paciente também recebe analgésicos.
"Vai depender muito do quanto de dor ele vai ter, para analisar se tem alguma chance de disputar um jogo nos próximos dias, mas é bem complicado porque é uma lesão óssea que causa dor, e o tempo é muito curto para se recuperar até os próximos jogos", destaca o ortopedista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário