quarta-feira, 23 de julho de 2014

Consumo de iogurte ajuda a controlar a hipertensão, diz estudo.

Consumo de iogurte ajuda a controlar a hipertensão, diz estudo

Revisão de pesquisas concluiu que a ingestão regular de probióticos, presentes também em leites fermentados, diminui a pressão arterial

iogurte
 
Bactérias probióticas estão presentes em iogurtes e em leites fermentados 
 (Getty Images/iStockphoto)


Consumir regularmente alimentos com probióticos, como iogurtes e leites fermentados, pode melhorar a pressão sanguínea, de acordo com uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira no periódico Hypertension. Os probióticos são bactérias naturalmente encontradas no intestino e conhecidas por regular o trânsito intestinal e proteger o órgão. 


CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Effect of Probiotics on Blood Pressure

Onde foi divulgada: periódico Hypertension

Quem fez: Saman Khalesi, Jing Sun, Nicholas Buys e Rohan Jayasinghe.

Instituição: Universidade Griffith, na Austrália, entre outros

Resultado: O consumo regular de probióticos por mais de oito semanas diminuiu, em média, a pressão sistólica em 3,56 mm Hg e a diastólica em 2,38 mm Hg.
 
 
Pesquisadores australianos analisaram nove estudos que examinaram o impacto do consumo de probióticos na pressão arterial de 543 adultos. Eles constataram que o consumo regular das bactérias por mais de oito semanas diminuiu, em média, a pressão sistólica (máxima) em 3,56 mm Hg e a diastólica (mínima) em 2,38 mm Hg. Os efeitos positivos dos micro-organismos na pressão diastólica foram maiores em pessoas cuja pressão era igual ou superior a 13 por 8.

"Nós acreditamos que os probióticos podem ajudar a diminuir a pressão sanguínea por ter outros efeitos positivos na saúde, como melhorar o nível de colesterol LDL, reduzir a glicose no sangue, diminuir a resistência à insulina e ajudar a regular o sistema hormonal", diz Jing Sun, líder do estudo e professora da Universidade Griffith, na Austrália. "Estudos adicionais são necessários antes dos médicos recomendarem probióticos para o controle e a prevenção da hipertensão."

Nenhum comentário:

Postar um comentário