domingo, 29 de junho de 2014

Com ajuda de suplemento para secar gordura, Barbie humana treina pesado e aparece ainda mais magra.

Com ajuda de suplemento para secar gordura, Barbie humana treina pesado e aparece ainda mais magra; veja fotos

 
Foto: Reprodução / Vk.com / Amatue
 
 
A ucraniana Valeria Lukyanova, conhecida como a “Barbie humana”, parece não estar satisfeita com a própria silhueta. Aos 28 anos, a modelo tem contado com ajuda de suplementos - incluindo um potente termogênico - ficar ainda mais magra. Com apoio de um personal trainer, a moça malha pesado e tem revelado uma cintura ainda mais fina.
Através da rede social russa VK.com, Valeria tem divulgado muitas fotos de sua rotina de musculação e também dado dicas de nutrição aos seus seguidores. Mas o que chama mesmo a atenção são os cliques nos quais ela aparece mostrando a barriga, que está cada vez mais negativa.

 
Foto: Reprodução / Vk.com / Amatue
 
Foto: Reprodução / Vk.com / Amatue
Termogênico ajuda a queimar a gordura corporal e dá mais energia para os treinos
 
Termogênico ajuda a queimar a gordura corporal e dá mais energia para os treinos Foto: Reprodução / Vk.com / Amatue
 
A modelo, que segue uma rotina rígida de malhação e diz ser adepta de uma dieta à base de luz solar e ar, está deixando os seguidores preocupados com sua saúde.
Em um dos selfies, Valeria aparece de frente para um espelho, de lado, ostentando uma barriga pra lá de negativa. “Por favor, coma alguma coisa!”, pediu uma internauta. Outra acrescentou: “Você está muito magra. Não parece saudável”.

 
Foto: Reprodução / Instagram
 
Valeria não revela quantas plásticas já se submeteu para ficar parecida com a boneca mais famosa do mundo. Apesar das críticas, ela conta com apoio do marido, uma jovem operário da construção civil, para seguir o sonho de ser uma Barbie 24 horas por dia.
Essa não é a primeira polêmica em que ela se envolve. Em uma recente entrevista à revista GQ, Valeria afirmou que casais interraciais estão produzindo seres humanos mais feios e isso explicaria a crescente procura por cirurgias plásticas.

 
Foto: Reprodução / Vk.com / Amatue
 
“As etnias estão se misturando, o que leva à degeneração. Lembre-se de quantas mulheres bonitas havia nos anos 1950 e 1960, sem qualquer cirurgia. E agora, graças à degeneração, temos isto. Uma russa se casa com um armênio, eles têm um bebê, uma linda menina, mas ela nasce com o nariz do pai”, disse ela.
Além disso, para não perder o look de boneca, ela diz ter repulsa só de pensar em ter filhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário