sexta-feira, 2 de maio de 2014

Estado de Roberto Bolaños, ator famoso por fazer Chaves, 'é grave', diz jornal.

Estado de Roberto Bolaños ‘é grave’, diz jornal

Bolaños, famoso por viver o personagem Chaves na TV, não está mais conseguindo se mover. Ele está se recuperando em Cancún
O GLOBO
 
 

Estado de Roberto Bolaños ‘é grave’, diz jornal
Foto: Danilo Mejias/SBT
Estado de Roberto Bolaños ‘é grave’, diz jornal Danilo Mejias/SBT
Roberto Gómez Bolaños, de 85 anos, famoso por viver o personagem Chaves na TV, encontra-se em estado grave, segundo o jornal Basta! A publicação afirma que o ator está doente desde novembro de 2013, com base em declarações de amigos próximos à família. Bolaños não está mais conseguindo se mover e pode nunca mais se recuperar, diz a matéria.
“O estado dele é grave, mas estável, assim dizem seus médicos, que também já afirmaram que não existe esperança de recuperação. Eles temem o pior e estão até se preparando para isso”, disse um amigo.
Roberto Gómez Bolaños está se recuperando em Cancún. Há alguns anos, ele se mudou para o balneário junto com a mulher Florinda Meza, a Dona Florinda da série. O casal vive em uma casa próximo à Lagoa de Nichupté. O local fica livre do assédio da imprensa mexicana.
Em 21 de fevereiro, data de aniversário do comediante, um familiar já dava sinais que a saúde de Chespirito, como o humorista é conhecido, andava frágil.
“Não teremos uma festa, na hora do almoço vamos ao seu quarto para parabenizá-lo. Sua saúde está frágil e, há algum tempo, ele fica na cama, com acompanhamento médico. Fica uma pessoa com ele 24 horas por dia”, contou à Agência Efe o parente próximo, que preferiu não se identificar.
De acordo com a assessoria do artista, Bolaños “teve algumas recaídas, normais para uma pessoa de 85 anos, mas está em constante comunicação com a família”.


Veja comunicado na íntegra:

“A saúde de Roberto Gómez Bolaños se mantém estável nas últimas semanas. Ele descansa em sua casa em Cancún, já que o clima e a altura da cidade lhe favorecem. Nos últimos meses, teve algumas recaídas, normais para uma pessoa de 85 anos, mas está em constante comunicação com a família. Os médicos nessa cidade são excelentes e atendem a qualquer problema que apareça”, disse Maribel Aguilar, do Grupo Chespirito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário