quinta-feira, 10 de abril de 2014

Robô Curiosity detecta luz estranha em Marte, mas Nasa descarta sinal de vida.

Robô Curiosity detecta luz estranha em Marte, mas Nasa descarta sinal de vida

Segundo agência americana, pontos brilhantes devem ser fruto de um clarão solar ou de raios cósmicos

Imagem da sonda Curiosity mostra um misterioso ponto de luz em Marte
 Imagem da sonda Curiosity mostra um misterioso ponto de luz em Marte 
 (NASA/JPL-CALTECH)


Imagens divulgadas pela Nasa nesta terça-feira levaram entusiastas de objetos voadores não identificados (ovnis) a apontarem para um indício de vida alienígena em Marte. Registradas pelo robô Curiosity, as fotografias mostram lampejos de luz no horizonte do planeta vermelho. A agência espacial americana descartou que a luz esteja ligada a vida extraterrestre.
Segundo comunicado da Nasa, é mais provável que as imagens de pontos brilhantes captadas em 2 e 3 de abril sejam fruto de um clarão solar ou de raios cósmicos. Lampejos de luz similares são vistos a todo momento em imagens captadas pelo Curiosity, um veículo não tripulado e equipado com câmeras e instrumentos de perfuração que explora Marte desde 2012, em uma missão para buscar indícios de que o planeta, um dia, abrigou vida.

"Nas milhares de imagens que recebemos do Curiosity, vemos algumas com pontos brilhantes quase toda semana", disse Justin Maki, do Laboratório de Propulsão a Jato em Pasadena, na Califórnia. "As explicações mais prováveis é que elas possam ter sido causadas por raios cósmicos ou pela luz do sol refletida em superfícies rochosas."
Os "pontos brilhantes aparecem em imagens da câmera da direita, mas não em imagens tiradas 1 segundo depois pela câmera da esquerda", destacou a agência em um comunicado.
A explicação da Nasa pode não ter afetado o entusiasmo de quem acredita em vida extraterrestre, como os responsáveis pelo site operado pela organização UFO Sightings Daily. "Isto pode indicar que há vida inteligente sob a superfície e que usa a luz da mesma forma que nós", destacou o site.

Nenhum comentário:

Postar um comentário