quarta-feira, 16 de abril de 2014

Menina atacada por guaxinim quando bebê vai receber uma nova orelha.

Menina atacada por guaxinim quando bebê vai receber uma nova orelha

Charlotte Ponce teve nariz, bochecha e orelha arrancados pelo animal.
Prótese será implantada no antebraço antes de ser transferida para cabeça

Do G1

Charlotte Ponce recebe carinho da mãe adotiva antes de ir para a mesa de cirurgia (Foto: Chris Clark/The Grand Rapids Press/AP) 
Charlotte Ponce recebe carinho da mãe adotiva antes de ir para a mesa de cirurgia 
(Foto: Chris Clark/The Grand Rapids Press/AP)

Uma menina atacada por um guaxinim quando era bebê, vai receber um implante de orelha 12 anos após o incidente. Charlotte Ponce teve o nariz, bochecha e a orelha direita arrancados quando um guaxinim que a família criava em casa fugiu da gaiola e a atacou. Charlotte tinha três meses de idade. Os pais não estavam em casa na hora. Nariz e bochecha já receberam um implante, e agora será a vez de uma orelha artificial ser colocada.
A menina foi adotada pela tia-avó, que passou anos percorrendo hospitais em busca de cirurgias plásticas para Charlotte. A menina recebeu um novo nariz há dois anos. Agora, ela vai ficar cerca de oito horas na mesa de cirurgia em uma operação delicada que só foi feita duas vezes. O médico Kongkrit Chaiyasate, do Hospital de Belmont, nos Estados Unidos, vai tirar cartilagem da costela de Charlotte e moldá-la em formato de orelha utilizando um modelo gerado por computador.

O médico vai implantar a estrutura básica do ouvido sob a pele do antebraço de Charlotte. Nesse local, ele vai levar várias semanas para moldar um ouvido totalmente formado para ser transplantado novamente para o lugar correto. Em entrevista à emissora WBIV, o médico disse que o sucesso do procedimento não é garantido, e que todo o trabalho deverá ser terminado em junho.


imagem forte (Foto: 1)
Menina teve orelha arrancada quando era bebê após ser atacada por guaxinim (Foto: Chris Clark/The Grand Rapids Press/AP) 
Menina teve orelha e nariz arrancados quando era bebê após ser atacada por guaxinim 
(Foto: Chris Clark/The Grand Rapids Press/AP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário