domingo, 23 de março de 2014

O amor cura tudo.

O amor cura tudo


O amor cura tudo
Yahoo Brasil/iStock - O amor cura tudo
 
 
Eu discordo de quem diz que o tempo cura todas as feridas. O tempo não cura nada. O tempo ensina apenas a administrar certas questões internas, nos concede algumas respostas, nos ajuda a varrer certas sujeiras para debaixo do tapete em um canto escuro no sótão das nossas mentes. Quem cura mesmo as feridas é o amor.

Amar cura feridas. Conhecer gente nova cura feridas. Cervejinha em tarde de domingo cura feridas. Pizzada com amigos cura feridas. Caminhar de mãos dadas cura feridas. Beijo na boca cura feridas. Dormir abraçado cura feridas.
A vida oferece nos oferece provas constantes de que ainda existe milhares de coisas bacanas para viver. E não me refiro a nada incrível ou grandioso. Estou falando das alegrias comuns, aquelas minúsculas e frágeis que só fazem sentido para quem fez parte das histórias. Tirar milhares de fotos engraçadas com a galera, fazer piquenique no parque, passear de bicicleta, ficar horas dentro da banheira. Não é preciso ir tão longe para ver algo bom, mas treinar o olhar para perceber essas pequenas pérolas escondidas nas conchas do cotidiano.
Portanto, esqueça essa história de ter paciência e dar tempo ao tempo. Porque ele passa independentemente de nós e não nos pede autorização nem espera que lhe demos licença. Nada a ver ficar esperando que ele resolva seus problemas ou os leve para qualquer outro lugar do planeta. Tome um banho e vista seu melhor sorriso. Arrume o cabelo e de um jeito nessa imagem.
Vá à luta, minha cara. Existe um mundo inteiro esperando para ser experimentado. Existe um monte de amor lá fora esperando pra curar suas feridas, para colar todas as partes do seu coração e não seria elegante da sua parte recusar a uma oferta dessas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário