domingo, 30 de março de 2014

Aeroporto de Confins tem atraso até por cachorro na pista.

Aeroporto de Confins tem atraso até por cachorro na pista

Três animais invadiram a área de pousos e decolagens, levando à suspensão das operações por cerca de dez minutos, de acordo com a Infraero

Daniel Haidar, de Belo Horizonte
Aeroporto Internacional Tancredo Neves (Confins)
Aeroporto Internacional Tancredo Neves (Confins) (Nereu JR/Fotoarena)
 

Não bastassem os atrasos por condições meteorológicas adversas ou má gestão da malha aérea, passageiros de companhias aéreas tiveram de enfrentar um obstáculo digno de Sessão da Tarde, neste domingo. Três cachorros soltos na pista do Aeroporto Internacional de Confins, em Minas Gerais, interromperam pousos e decolagens. O problema durou cerca de dez minutos, de acordo com a Infraero. Por volta das 9h20, bombeiros do aeroporto conseguiram capturar os animais.
Enquanto aguardava autorização para decolar, um piloto ironizou a situação. "É difícil descrever, mas no momento está três a zero para os cachorros", brincou o comandante do voo 1663 da Gol, que seguia de Confins para o aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. Não é a primeira vez que a pista mineira é invadida por cachorros. Em 2 de março de 2011, um vira-lata paralisou as operações por 28 minutos.
De acordo com o boletim da Infraero, até às 14 horas deste domingo, só dois voos haviam registrado atraso e sete tinham sido cancelados. A companhia só considera que houve atraso quando a demora para o pouso ou a decolagem supera 30 minutos do horário previsto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário