segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Miss Universo já teve vencedora baixinha e candidata casada; veja mais curiosidades sobre o concurso

Miss Universo já teve vencedora baixinha e candidata casada; veja mais curiosidades sobre o concurso

Bárbara Paludeti
Do UOL

Desde 1952, ano da primeira edição do Miss Universo, muita coisa já aconteceu nestas décadas do concurso de beleza.
Por exemplo, 1977 foi o ano em que uma negra ganhou pela primeira vez o concurso. Apenas quatro países ganharam o certame três ou mais vezes, dez países ganharam duas vezes e 20 países apenas uma vez.

Dentre curiosidades e números, veja a seguir algumas histórias do Miss Universo:
1956 - As candidatas a Miss Universo podiam ser casadas até este ano, o que desde então foi proibido. Além de não poderem ser casadas, elas também não podem ter posado nuas ou tirado fotos provocantes. Em relação às plásticas, são totalmente permitidas...
1957 - Gladys Zender, do Peru, foi a mais nova Miss Universo da história, ela tinha 17 anos quando ganhou o título. No mesmo ano, Mary Leona Gage, a Miss EUA, foi desclassificada das semifinais depois de revelar que era casada e tinha um filho
1959 - A primeira japonesa é eleita Miss Universo, Akiko Kojima foi coroada em Long Beach, na Califórnia (EUA)
1965 - Com 1,63m, Apasra Hongsakula, da Tailândia, foi a mais baixa Miss Universo já coroada
1974 - Pela primeira vez, o Miss Universo aconteceu em um país asiático: Filipinas
1977 - Janelle Comissiong, Miss Trinidad e Tobago, é a primeira negra a ganhar o título de Miss Universo
1981 - Irene Sáez, Miss Universo em 1981, foi candidata à Presidência da Venezuela em 1998, depois de ser eleita prefeita em Chacao em 1992, e governadora de Nueva Esparta em 1999
1990 - Pela primeira vez, a Rússia enviou uma representante ao concurso
1997 - A Miss Universo 1997, Brook Lee, dos EUA, foi a mais velha da história. Ela foi coroada com 26 anos
1999 - Mpule Kwelagobe foi a primeira Miss Universo da Botsuana, e também a primeira representante do país a participar do concurso
2002 - Pela primeira vez na história do concurso, uma miss é destronada. Oxana Fedrova foi a primeira russa a ser eleita Miss Universo, mas rumores de que ela estava grávida acabaram atrapalhando o seu reinado. Foi então que ela mesma resolveu colocar a coroa à disposição da organização do concurso, alegando que queria terminar seu doutorado em direito, e então Justine Pasek foi coroada Miss Universo, sendo assim a primeira Miss Universo do Panamá
2002 - A Miss Líbano, Christina Sawaya, desistiu do concurso de 2002 por causa da participação da Miss Israel. Ela foi disputar o Miss Internacional no mesmo ano
2003 - Amelia Vega, a primeira dominicana a ser eleita Miss Universo, é também a mais alta a ser coroada: 1,85m
2007 - Flaviana Matata, da Tanzânia, foi a primeira candidata a participar do concurso com a cabeça raspada. Também foi a primeira vez que o país esteve representado no certame
2009 - Pela primeira vez, um país é campeão do Miss Universo por dois anos seguidos, a Miss Venezuela venceu em 2008 e 2009
2011 - Leila Lopes, de Angola, foi a Miss Universo com o reinado mais longo, aproximadamente um ano e três meses
Fonte: Organização do Miss Universo e pesquisas

Números, números e mais números

O país com o maior número de títulos de Miss Universo é os EUA (por que isso não espanta?): 1954, 1956, 1960, 1967, 1980, 1995, 1997. Seguido por Venezuela, com um título a menos (6), Porto Rico (5) e Suécia (3).
Dez países ganharam duas vezes o certame: México, Japão, Canadá, Austrália, Índia, Trinidad e Tobago, Tailândia, Finlândia, Filipinas e Brasil.
Vinte países ganharam uma única vez: Angola, República Dominicana, Panamá, Rússia, Botsuana, Namíbia, Noruega, Holanda, Chile, Nova Zelândia, África do Sul, Israel, Espanha, Líbano, Grécia, Argentina, Alemanha, Colômbia, Peru e França.
Desde 1954, o Brasil só não participou do Miss Universo em 1990, e venceu em duas ocasiões, em 1962 e 1968.
Depois dos EUA, o México é o país que mais vezes sediou o concurso, quatro. Seguido por Porto Rico (3), Filipinas (2), Panamá (2) e Tailândia (2). O Brasil só sediou o concurso uma única vez: 2011.
As candidatas da Nicarágua, Linda Clerk (1995) e Daniela Clerk (2005) foram as primeiras irmãs da história do concurso que concorreram ao Miss Universo. O mesmo aconteceu com Viola Jeffery (1999) e Maria Jeffery (2007); ambas representando Belize.
As Filipinas ganharam o Miss Fotogenia sete vezes, seguida de Inglaterra e Porto Rico, com cinco. Colômbia ganhou no Melhor Traje Típico seis vezes. Guam ganhou o Miss Simpatia quatro vezes.

Misses que se envolveram em escândalos e até perderam a coroa

 

1973 - Marjorie Wallace fez história, ela foi a primeira americana a vencer o Miss Mundo, em 1973, mas perdeu o título 104 dias depois, também sendo a primeira a ficar sem a coroa. A imprensa britânica divulgou que Wallace pegava geral uma série de celebridades. Havia até rumores de que ela estava prestes a ser casar com o piloto de Fórmula Indy, Peter Revson, o que iria contra as regras do concurso. Portanto, ela teve seu título "cassado" por ?não cumprir os requisitos do trabalho?. E tem mais: menos de três meses depois, a bela foi internada após ter uma overdose causada por ingestão de remédios para dormir Miss Mundo/Divulgação

2000 - A colombiana Angie Sanclemente ganhou o título de Rainha Nacional do Café em 2000, mas só ficou dois dias com a coroa, já que descobriu-se que a bela era casada, o que não é permitido pelas regras do concurso. E não parou por aí. Em maio de 2010, Angie foi presa na Argentina por pertencer a uma rede de tráfico internacional de drogas. Em 2011, ela foi condenada a seis anos e oito meses de prisão porque estava com 55 kg de cocaína. Lá no país dos hermanos, ela ficou conhecida como rainha do narcotráfico Reuters

2002 - Oxana Fedorova foi a primeira russa a ser eleita Miss Universo, em 2002, mas rumores de que ela estava grávida acabaram atrapalhando o seu reinado. Foi então que ela mesma resolveu colocar a coroa à disposição da organização do concurso, alegando que queria terminar seu doutorado em direito, e então Justine Pasek foi coroada. Fedorova bateu dois recordes, foi a primeira Miss Universo russa e a primeira a ser destituída do título Miss Universo/Divulgação - 25.mai.2002

2004 - Laetitia Bleger, Miss França 2004, chegou a participar do Miss Universo 2004 em Quito (Equador), mas por ter posado seminua para a Playboy, foi proibida de usar a faixa e a coroa de miss por seis meses. Neste período, foi substituída pela bela que ficou em segundo lugar, Lucie Degletagne Getty Images

2008 - A ganhadora do Miss França 2008, Valérie Bègue, envolveu-se em uma polêmica após fotos suas em poses eróticas (porém devidamente vestida) serem publicadas por uma famosa revista francesa. A organização do concurso pediu a ela que renunciasse à coroa, o que Bègue disse que não faria. Por fim, ela foi autorizada a continuar como Miss França, mas sem a permissão participar de em concursos internacionais Getty Images

2008 - Laura Zúñiga perdeu a coroa de Rainha da Sinaloa 2008, Rainha da Hispanoamérica 2008 e Miss México Internacional 2009 quando foi presa com uma quadrilha de traficantes em dezembro de 2008. Ela sempre alegou inocência. Até um filme baseado da vida da bela foi produzido, o Miss Bala AP - 2.jul.2008

2009 - Fotos eróticas da Miss Rússia 2009, Sofía Rudieva, vieram à tona após ela vencer o concurso. Por erótica, entenda-se topless e algo mais... Mesmo assim, ela não teve o título destituído e participou do Miss Universo 2009 Getty Images

2009 - A Miss Califórnia 2009, Carrie Prejean, perdeu a coroa por ter se manifestado contra o casamento entre homossexuais, porém, mais tarde, mais problemas surgiram. Fotos provocantes e um vídeo erótico, de quando ela tinha 17 anos, foram divulgados na internet. Prejean processou o concurso Miss EUA, acusando funcionários de discriminação, calúnia e injúria, alegando que foi destituída por suas crenças religiosas. O concurso, por sua vez, exigiu que ela devolvesse o dinheiro da cirurgia de implante de silicone que o Miss EUA pagou. Que bafão, hein? Getty Images

2010 - Anna Malova, Miss Rússia 1998, foi presa em maio de 2010, em Nova York (EUA), por ter roubado o receituário de seu médico para poder falsificar receitas de analgésicos fortíssimos para si mesma. Após ficar um tempo na cadeia, ela foi mandada para uma clínica de reabilitação. Antes, na mesma Nova York, ela já havia sido pega roubando lojas... Papelão, hien? Louis Lanzano/AP ? 22.nov.2003

2011 - Domonique Ramírez, uma jovem de 17 anos, perdeu sua coroa como Miss San Antonio 2011, concurso que leva ao Miss Texas (EUA), porque estava acima do peso (mais uma!). O negócio virou disputa judicial, mas com final feliz para a miss, que retomou o título após decisão da Justiça texana. O concurso alegou que, além de estar acima do peso, Ramírez não aparecia ou se atrasava para seus compromissos como miss... tsc, tsc, tsc Divulgação

2011 - Cynthia de la Vega, Miss México 2011, e que poderia ter sido a candidata mexicana para o Miss Mundo do mesmo ano, ficou sem a coroa e sem participar do certame por problemas com a balança: a bela havia ganhado 2,7 kg (!). A organização do concurso negou que o peso fosse problema e alegou que ela foi destituída do título por ?falta de dedicação e disciplina?. O Editor do UOL Tabloide, aliás, tem só um comentário a fazer: que se danem os quilos a mais... Jorge Castellanos/Divulgação

2012 - Carlina Duran não pôde representar a República Dominicana no Miss Universo 2012 por ser casada. Pelas regras do concurso, isso não é permitido. Ela foi substituída por Dulcita Lynn Lieggi Erika Santelices/AFP - 13.mar.2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário