segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

EUA aprovam 1° medicamento contra tuberculose depois de 40 anos

EUA aprovam 1° medicamento contra tuberculose depois de 40 anos

Tratamento combate tipo da doença resistente aos remédios que já existem.
Casos estão em crescimento no mundo, com 400 mil afetados em 2011.

Da France Presse
 
A FDA, a agência de regulação de alimentos e medicamentos dos Estados Unidos, anunciou nesta segunda-feira a aprovação do Sirturo, um tratamento contra a tuberculose multirresistente aos medicamentos existentes, convertendo-se na primeira droga contra esta doença autorizada em 40 anos.
"A tuberculose multirresistente é uma grave ameaça à saúde do mundo e o Sirturo oferece um tratamento de que necessitavam pacientes que não dispõem de outra opção terapêutica", afirmou Edward Cox, da FDA, em um comunicado.
"No entanto, pelo fato de o medicamente possuir riscos importantes, os médicos devem garantir seu uso correto e apenas em pacientes que não têm outra opção", insistiu.
A tuberculose multirresistente (MR), que está em crescimento, com 400 mil casos no mundo em 2011, segundo a Organização Mundial da Saúde, resiste à isoniazida e à rifampicina, os dois mais poderosos medicamentos antituberculose disponíveis atualmente.
A principal causa da multirresistência é a aplicação incorreta dos tratamentos antituberculose. Na maioria dos casos, a doença pode ser superada em seis meses, com uma administração restrita do tratamento, segundo os médicos.
O Sirturo, elaborado pelo laboratório americano Johnson and Johnson e que é utilizado em combinação com outros medicamentos antituberculose, atua neutralizando uma enzima necessária para que a bactéria responsável pela infecção, o bacilo de Koch, possa multiplicar-se e expandir-se por todo o corpo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário